Investidores estão ficando tensos com a montanha de dinheiro da Apple

Porquinho com a marca da Apple

O que você faria com US$51 bilhões de dólares? [Eu compraria a Sony, para demitir o departamento de marketing inteiro dela e extinguir 90% da linha de produtos — acredite, ninguém ia sentir falta deles.] Ultimamente, a Apple tem feito basicamente nada. Ou melhor, tem aplicado esse dinheiro de forma a render 0,75% ao ano.

Publicidade

Porquinho com a marca da Apple

Ok, não é nada mal, até que um rendimento desses dá um trocado bom, mas os investidores estão começando a ficar preocupados com tanto dinheiro acumulado. Por um lado, há essa questão do rendimento: é muito pouco, quando comparado com um índice tradicional como o Standard & Poor’s 500, que rendeu ~10%.

Publicidade

Por outro lado, há sempre a preocupação com a necessidade de substituir o alto escalão da Apple (nunca se sabe quando o Steve Jobs pode precisar tirar outra licença médica, ou se o Tim Cook vai ser atropelado por uma bicicleta do Google Street View). O que uma administração diferente da atual faria com tanto dinheiro? Para Keith Goddard, CEO da Capital Investors, isso é o que dá mais medo. Dividendos são outro pomo da discórdia: a Apple nunca os pagou, e não parece que vai começar a fazer isso agora.

Aquisições devem ser o destino mais provável para o porquinho da Maçã, só que os alvos são um mistério: historicamente, a Apple nunca comprou nada que custasse mais de US$500 milhões (menos de 1% do que ela tem agora). A não ser que Steve Jobs esteja planejando dominar o mundo através da compra de umas 90 empresas de tamanho médio (ou uma bem grande), fica complicado pensar nos motivos para um acúmulo tão desproporcional. Um porém: algumas pessoas estão preocupadas com a possibilidade de aquisições caras e mal planejadas fazerem a companhia como um todo perder o foco, mas eu acho que esse é o estilo da Microsoft, e não da Maçã.

Por fim, isso pode ser apenas uma versão concreta do ditado “Gato escaldado tem medo de água fria”: para uma empresa que quase fechou as portas, a Apple pode estar querendo ter certeza de que jamais, jamais ela sentirá fome outra vez. Falou o lado Scarlet O’Hara de Steve Jobs.

Publicidade

[via BusinessWeek]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…