Apple é processada por usuária de iPhone 3G que não gostou dos efeitos negativos do iOS 4

iPhones 3G girando

Se for possível, arquive esta notícia nas pastas “Faz pleno sentido” e “Não faz o menor sentido” ao mesmo tempo — se bem que os marcadores do Gmail é que fazem isso, mas deixa pra lá. O que acontece é que Bianca Wofford abriu um processo contra a Apple por causa da performance sofrível do iOS 4 em iPhones 3G.

iPhones 3G girando

Segundo o que consta processo (que almeja tornar-se uma ação coletiva), “a Apple sabida e intencionalmente liberou o que chamou de ‘upgrade’ para o sistema operacional, quando na verdade ela ‘inutilizou’ centenas de milhares de iPhones de terceira geração [sic] atrelados exclusivamente a planos de dados da AT&T.” O objetivo do iOS 4 nesses aparelhos seria, no caso, promover vendas de iPhones 4, dado que reverter a atualização é algo que requer “táticas de hacker” e o iPhone 3G se transforma num iBrick. Provas da perda de desempenho realmente não faltam.

Wofford demanda restituição e desapropriação dos ganhos escusos da Apple, além de perdas e danos por publicidade enganosa, competição desleal e violação de leis de proteção ao consumidor. Mas será que o iOS 4.1 não foi o bastante para reverter toda essa queixa?

Ah, e uma coisa a mais: o processo também engloba iPhones 3GS, o que eu já acho uma forçada de barra mais pesada. Acho que as chances de sucesso seriam maiores se ela se limitasse a criticar a performance do iOS 4 nos modelos 3G…

[via Ars Technica]

Posts relacionados

Comentários