Skyfire chega à App Store um dia antes do esperado; testamos o navegador [atualizado]

Ícone do Skyfire

Ontem no começo da tarde, noticiamos que o tão esperado Skyfire havia sido aprovado pela Apple. A previsão era de que ele estaria disponível na App Store somente na quinta-feira, mas aparentemente a ansiedade dos caras foi grande demais: ele já está disponível para compra [US$3] e download [2,5MB], inclusive na loja brasileira.

Skyfire em iPhones

No iPhone, o Skyfire chega já em sua versão 2.0 — mas é a primeira lançada para iOS. Seu grande trunfo, claro, é converter vídeos em Flash, em tempo real, e entregá-los a usuários do browser em um player HTML5 embutido. A reprodução não é imediata, segundo apuramos em nossos testes, mas também não demora tanto assim.

Além da “compatibilidade com Flash”, o Skyfire traz uma bela interface para um browser mobile, suporte a abas, favoritos, alternação entre modos de páginas inteiras ou compactas, navegação privada, conteúdos relacionados, compartilhamento social e muito mais.

Veja o nosso vídeo completo de teste do Skyfire:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SegQ9bkcljA[/youtube]

Ninguém é besta de dizer, agora, que o Skyfire é um aplicativo *indispensável* em qualquer iPhone/iPod touch (ou iPad, em modo de compatibilidade), até porque o que Steve Jobs diz não é balela: a maioria dos vídeos disponíveis hoje na web já é compatível com iGadgets. Todavia, pra quem se vê visitando muitos sites sem poder aproveitar todo o seu conteúdo, ele pode, sim, ser uma boa alternativa.

Segundo a empresa o preço atual é promocional, mas ela não especifica até quando e nem por quanto ele sairá em uma situação normal.

Atualização (às 22h55)

Parece que o sucesso do SkyFire foi tanto que os servidores da empresa não aguentam mais tanta demanda. Resultado? O app “esgotou” na loja da Apple, apenas cinco horas depois de ser posto à venda — na verdade, os desenvolvedores o tiraram do ar antes que tudo quebrasse com a demanda mais que crescente. Por enquanto, a quem ainda não o adquiriu só resta esperar que ele seja posto à venda novamente, e você pode se informar quanto à chegada de “novos carregamentos” do app através do Twitter ou do Facebook.

Ah, pra ratificar: o envolvimento da Apple na retirada do app se limitou, no máximo, a colocá-lo na lista de mais rentáveis e aumentar as vendas dele exponencialmente, implicando na sobrecarga dos servidores (e da conta bancária) da Skyfire. 😛

[via Engadget]

Posts relacionados

Comentários