Vaza política da Apple em relação a dead pixels em suas telas

Retina Display

Atenção, Infinite Loop! Há um estranho entre vós. 😛 A última moda é o vazamento de documentos internos da Apple [1, 2], e desta vez o BGR trouxe uma imagem de uma tabela atualizada que mostra quantos pixels “mortos” ou “presos” (dead/stuck pixels) resultariam em um reparo ou troca do produto.

Política de dead pixels interna da Apple - BGR

Vamos fazer as contas: um pixel morto ou preso numa tela de até 3,5″ (pense “iPods e iPhones”), e a substituição já pode ocorrer. Isso é especialmente interessante quando tratamos das telas Retina, pois todos os 614.400 pixels têm que estar perfeitos. Telas de 9,7″ (iPads), porém, toleram até dois pixels mortos ou presos (apenas três de um tipo garantem uma troca); num universo de 786.432 pixels, isso não é nada mal. Para garantir a troca de um produto de 11,6″ (MacBook Air) a 15,2″ (Air, white e Pro), são necessários quatro pixels presos, seis mortos ou uma combinação de oito destes dois tipos (três presos e cinco mortos, por exemplo).

Nos produtos de 17″ (MacBook Pro) a 20″ (iMacs antigos), são aceitáveis até quatro pixels presos, seis mortos ou uma combinação de oito; note como os limites de troca são exatamente uma unidade superiores ao do nível anterior. Essa diferença tem um salto no nível seguinte, de telas de 22″ (iMacs) a 30″ (só os antigos Cinema Displays tinham essa diagonal máxima, os atuais para em 27″): a troca de um produto depende da existência de 9 pixels presos, 11 mortos ou uma combinação de 16. Quanto maior a tela, maior a tolerância, pelo visto.

Agora uma pegadinha: mesmo que seu gadget não alcance os limites para troca/reparo, você ainda poderia pedir a substituição. Contudo, se o novo produto chegar com mais pixels defeituosos, só que ainda dentro dos limites de tolerância, uma nova troca não pode ser pedida.

Você arriscaria uma troca dessas, por causa de 1 pixel apagado num LED Cinema Display com outros 3.686.399 pixels perfeitos? 😛

Posts relacionados

Comentários