Apps do Windows Mobile eram, em média, mais caros que os disponíveis na App Store [atualizado]

Categorias no Windows Marketplace for Mobile - O'Reilly

A loja de apps para Windows Mobile 6.x conta hoje com cerca de 1.400 apps. Números levantados pela O’Reilly Research indicam, porém, que possíveis semelhanças entre a loja da Microsoft e a App Store da Apple não vão muito longe: apesar de ambas contarem com uma saudável predominância de jogos, os preços médios no Windows Marketplace for Mobile são um tanto superiores aos da loja do iOS.

Categorias no Windows Marketplace for Mobile - OReillyMédia de preços no Windows Marketplace for Mobile - OReilly

Segundo a O’Reilly (oh, really?), o preço médio de um app no Windows Marketplace for Mobile é de US$6,16, algo substancialmente maior que na App Store, US$3,43 (os dados mais recentes da Distimo apontam uma diferença menor, com a média dos apps para iPhone ficando em US$4,03). Uma explicação para essa média alta pode ser o encorajamento da Microsoft na produção de apps premium e o foco da loja em aplicações voltadas para produtividade (vide a categoria “Tools”, com 15% dos apps).

Para alguns usuários, isso pode soar como um ponto negativo; outros podem ver uma chance de encontrar facilmente apps mais relevantes e úteis. Para alguns desenvolvedores, fica a esperança de que a “corrida para o fundo” (uma competição acirrada na qual apps que custem mais que um par de dólares não têm grandes chances) que se passou na loja da Apple não se repita na da Microsoft; para outros, fica o medo de que esses preços aumentem as vendas do iPhone caso a tendência se repita no Windows Phone 7. 😛

Só que ainda é cedo demais para dizermos qualquer coisa: em um ano revemos o cenário e verificamos se essa tendência se mantém ou muda. KTHXBYE

[via Electronista]

Atualização (às 18h50)

QUE. COISA. Os dados para as tabelas e informações acima foram tirados da loja para Windows Mobile 6.x, algo que Ben Lorica só descobriu depois que algumas pessoas comentaram em seu post apontando o crasso erro. O que essa “pequena” diferença significa? Que tudo isto se refere ao passado da Microsoft em smartphones, enquanto o futuro permanece uma incógnita.

O texto foi alterado para refletir a realidade; pedimos desculpas pelo erro alheio.

[via RoughlyDrafted Magazine]

Posts relacionados

Comentários