Bill Campbell comenta que, diante da decisão entre Apple e Google, preferiu permanecer com a Maçã

O New York Times publicou hoje uma entrevista interessante com Bill Campbell, presidente da Intuit e um dos seis diretores da Apple, falando sobre seu papel de conselheiro e “treinador” para startups do Vale do Silício norte-americano, especialmente da RockMelt — responsável por um navegador do qual falamos ontem mesmo.

Publicidade

A parte mais suculenta está no final do texto, quando Campbell revela pela primeira vez os motivos para sua saída do quadro de conselheiros do Google: a rivalidade entre a gigante de Mountain View e a de Cupertino estava num ponto tal que continuar ligado a ambas se tornou insustentável.

Apesar de permanecer a maior parte do tempo por trás das cortinas, Campbell teve sua ligação simultânea com as duas companhias revelada por um perfil publicado pela Fortune em 2008. Depois disso, os tempos de anonimato transitando entre grandes nomes do Vale acabaram e Campbell precisou escolher, dado que seus talentos de pacificador só iam até um determinado limite — bem aquém do que a existência do Android requisitava.

Ao contrário de Eric Schmidt, Campbell ficou com a Maçã. “Não quero ser um fardo para nenhuma das duas [empresas]. Não quero ser o foco de nenhuma briga”, comentou.

Publicidade

[via Electronista]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…