Apple, a ameaça nº 1 para a liberdade na internet

Ícone do Safari 5

Pelo menos foi o que disse Tim Wu, professor de Direito na Universidade de Columbia que ficou famoso por criar o termo “net neutrality”, numa entrevista ao New York Times. A entrevista, que trata do lançamento de seu último livro, “The Master Switch: The Rise and Fall of Information Empires”, fala do passado (quando o monopólio da AT&T começou a ameaçar a proliferação de tecnologias concorrentes) e do presente, quando as ameaças à internet são mencionadas e o nome da Apple surge.

Publicidade

Ao ser perguntado sobre o que o preocupa quanto à Maçã, ele respondeu:

Como eu discuto no livro, Steve Jobs tem o carisma, a visão e os instintos de todo grande imperador da informação. O homem que ajudou a criar o computador pessoal há 40 anos é provavelmente o principal candidato a ajudar a exterminá-lo. A visão dele tem um apelo inegável, mas ele quer controle demais.

Safari no Mac, iPhone, iPad e PC

Nota mental: tentar usar o (Mobile) Safari para acessar uma página qualquer. Ok, tudo no lugar. Ou melhor, quase tudo: nos gadgets que rodam o iOS não dá pra ver conteúdo em Flash, formato proprietário da Adobe. Agora, quem é uma ameaça maior para a liberdade na internet: uma empresa que defende o uso de padrões abertos, ou uma que faz qualquer coisa para seu ganso dos ovos de ouro continuar vivo?

Mais uma vez, as pessoas confundem “iOS” com “internet”. Será porque os dois começam com i?

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…