Rumor: operadoras amam e odeiam planos de smartphones com chips SIM embutidos

Micro SIM

O nome “Gemalto” te diz alguma coisa? Se você respondeu “Um gelato com malte”, errou feio. Agora, se você respondeu “Aquela empresa que supostamente estaria em parceria com a Apple para criar um iPhone que já vem com chip SIM”, está na trilha certa. Pois bem, algo muito curioso aconteceu ontem: a GSMA divulgou seus planos de adoção de chips SIM reprogramáveis embutidos em aparelhos eletrônicos, com uma análise de requerimentos de mercado programada para acabar já em janeiro de 2011 e produtos sendo lançados no mercado no ano seguinte.

Micro SIM
Adeus, nós mal te conhecemos!

Sim, senhor, aquele rumor de chip embutido que pode ser ativado via app de repente ganhou vida própria, e não só pode aparecer no iPhone 6, como também em câmeras digitais, tocadores de música, ereaders e outros tipos de gadget.

Aí vem a parte em que eu me perco: segundo o Financial Times, algumas operadoras europeias já estariam ameaçando a Apple de cortar subsídios ao iPhone caso seus chips SIM sejam desdenhados, o que poderia desencadear quedas sensíveis nas vendas. Daí para o analista Ashok Kumar, da Rodman Renshaw, chegar e dizer que a Maçã já desistiu dos planos de fazer um smartphone com esse componente embutido, foi um pulo.

O único problema é que a GSMA conta com integrantes como AT&T, China Mobile, Deutsche Telekom, Orange, KT, NTT DOCOMO, SK Telecom, Telecom Italia, Telefónica, Verizon Wireless e Vodafone, e essas crianças são operadoras, todas elas. Como um bando de telecoms dá início a um projeto e depois algumas delas ameaçam a Apple no mesmo dia por causa desse mesmo projeto, eu não entendi. Uma dessas histórias é lorota.

[via GigaOM, AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários