Mais problemas na Foxconn, desta vez protestos de trabalhadores

Fábrica da Foxconn

Nesta semana foi registrado um protesto de trabalhadores da unidade do Foxconn que fica em Foshan. A revolta dos funcionários seria por causa de baixos salários (menos de US$170 mensais, algo que se traduz em cerca de US$300 após serem contadas as horas extras e tiradas contribuições de seguridade social) e da possibilidade de muitos trabalhadores serem movidos para o interior, onde pagamentos seriam menores ainda.

Fábrica da Foxconn

Um porta-voz da empresa negou que houvesse qualquer tipo de organização por trás do protesto e recusou tecer comentários sobre a quantidade de pessoas envolvidas nesta manifestação. Um trabalhador entrevistado pela Reuters teria dito que “a rua inteira foi coberta por trabalhadores”, os quais deveriam ser da ordem de 6 a 7 mil.

Outro funcionário comentou que a gerência da fábrica não cedeu a nenhuma das demandas e ameaçou com demissão aqueles que decidirem recorrer a greves.

[via Electronista]

Posts relacionados

Comentários