Caris & Company: iPad deverá responder por 50% do crescimento da Apple em 2011; iPhone, por 40%

Crescimento das receitas da Apple - Caris and Company

Se as previsões de Robert Cihra, da Caris & Company, se confirmarem, a decisão da Apple de trocar o Computer por Inc. em seu nome foi muito mais que acertada: segundo o analista, metade do crescimento financeiro da empresa em 2011 virá do iPad, cujas vendas deverão ficar no ritmo de quase 3 milhões de unidades ao mês. O iPhone, por sua vez, deverá ver um passo maior, superior a 5 milhões de unidades mensais, correspondendo a 40% do crescimento das receitas da companhia.

Crescimento das receitas da Apple - Caris and Company

Cihra ressaltou o significado especial da participação do iPad, pelo fato de ser um aparelho inédito, destacando a capacidade da Maçã de inovar e de se destacar “num mar de hardware comoditizado”. “Um produto que nem existia há um ano […] agora lidera um avanço em arquiteturas de acesso/computação thin-client“, ele disse. No futuro, segundo as previsões de Cihra, o iOS deverá se tornar um dos sistemas operacionais mais difundidos no mundo, sendo representado por 157 milhões de aparelhos no final de 2010.

Outras apostas incluem a venda de 6,7 milhões de iPads nesta época de final de ano e um crescimento anual de 19% para o Mac em 2011 (ou seja, os “computadores”, no senso tradicional da palavra, corresponderiam a 5% do crescimento em receitas). O preço-alvo traçado por Cihra para a NASDAQ:AAPL foi elevado de US$375 para US$400. Os papéis da Maçã operam no momento cotados a US$317,30, numa leve queda de 0,26%.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários