OnLive Viewer transforma o iPad numa janela para apreciar games em ação

Ícone - OnLive Viewer

Ícone - OnLive ViewerDeve ser coisa de irmão mais novo, mas eu sempre fui fã de assistir a jogos de videogame — simplesmente sentar do lado de quem está jogando e ver a ação se desenrolando com uma bacia de pipoca no colo. Atualmente os jogos estão praticamente com a qualidade de um longa metragem da Pixar, então o prazer nessa atividade só aumentou. Que tal poder fazer isso sem precisar comprar um videogame nem arrumar um piloto de testes pra ficar sendo pwnado enquanto você assiste? Agora é possível, graças ao OnLive Viewer.

OnLive Viewer para iPad OnLive Viewer para iPad

Com ele, não só é possível ver jogos se desenrolando no primor de sua qualidade gráfica, como dá para trocar entre eles tão facilmente quanto se pula de um vídeo para outro no YouTube. Escolha o que quer ver e delicie-se, seja com LEGO Batman, Assassin’s Creed ou Just Cause, só para citar alguns. Além de poder curtir os jogos como se fossem filmes (e, vamos e venhamos, muitos games são melhores que bons seriados), você também pode usar o OnLive Viewer para ver o estilo de algum game que pretende comprar.

OnLive Viewer para iPad

O grande problema do serviço é que ele (não, não é o preço: o app [3,2MB; requer o firmware 3.2 ou superior] e o cadastro são gratuitos!) não foi feito pensando na realidade das nossas conexões de internet fuleras aqui no Brasil. O mínimo requerido pelo app para fazer stream dos vídeos é uma conexão Wi-Fi de 2Mbps, e via 3G, mesmo numa velocidade boa, ele só funciona dez minutos de cada vez. Essa última limitação deve ser uma forma de evitar que seu plano de dados estoure numa sentada só, o que não seria nem um pouco improvável.

Infelizmente ainda não é possível usar um iPad para jogar, mas acho que, com o tempo, essa barreira será transposta em alguns jogos. Até lá, certamente as tecnologias da OnLive vão sair da área do entretenimento eletrônico e invadir campos mais profissionais.

Afinal de contas, quem não gostaria de poder usar um iPad para editar filmes em 1080p ou fazer modelagem 3D em Maya sem gastar um miliampere a mais da bateria nem aquecer o processador? Pode ser que façanhas como esta sejam o próximo passo para o OnLive.

[via Macworld]

Posts relacionados

Comentários