Juíza julga ação proposta por Paul Allen improcedente; patent trolls de todo o mundo choram

Paul Allen

Paul AllenO processo aberto por Paul Allen contra várias grandes empresas de tecnologia (inclusive a Apple) causou um belo burburinho, sendo considerado por muitas pessoas um caso típico de patent troll (nome dado a pessoas que detêm um invento excessivamente abstrato, que nunca chegará ao mercado, e o usam para obter lucro processando quem chegou a alguma solução similar, ainda que de maneira independente).

A juíza federal Marsha Pechman determinou que a ação movida por Allen carecia de especificidade em suas alegações, dando um prazo até o dia 28 de dezembro para que o requerente retifique sua queixa, conforme conta o WSJ.com. Um porta-voz do cofundador da Microsoft disse que essa decisão era apenas um mero procedimento da corte e que isso não vai impedir o prosseguimento da ação: as correções necessárias para atender aos padrões da justiça deverão ficar prontas rapidamente.

Apesar de contar com o apoio moral de Steve “Woz” Wozniak, Paul Allen certamente vai encontrar uma batalha acirrada pela frente: podemos dizer que meio mundo está se preparando para derrotá-lo nos tribunais.

Quem sabe até a ajudinha extra que a Apple angariou para enfrentar a Nokia não contribua, neste caso…

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários

Deixe uma resposta