Apple agora é a quinta maior fabricante de celulares no Japão, mas está na mira de editoras enfurecidas

Bandeira do Japão - iPhone 4

Temos uma notícia boa e uma ruim sobre a Apple no Japão. A boa é que, de acordo com o Japan Today, o iPhone agora detém 12,2% do mercado no país, o que torna a Maçã a quinta maior fabricante de celulares. É a primeira vez em que ela atinge um market share superior a 10%.

Bandeira do Japão - iPhone 4

À frente da Apple estão Kyocera, com 12,7%, Fujitsu, com 15,1%, Panasonic, com 16,6%, e Sharp, na primeira posição, com 18,8%. O iPhone vendeu no trimestre de julho a setembro pouco mais de 1 milhão de unidades no Japão, onde um total de 8,66 milhões de aparelhos celulares foram comercializados. Assim como ocorre com o Android em promoções da Verizon Wireless nos Estados Unidos, a boa vontade da SoftBank deve ter contribuído muito para o iPhone atingir essa marca.

Agora vamos à má notícia: alguns apps disponíveis na App Store japonesa provocaram a ira de um consórcio de editoras e publicações, segundo o WSJ.com. O problema seria a comercialização de aplicativos que violam direitos autorais de grandes escritores nipônicos, como Haruki Murakami e Keigo Higashino.

Num press release liberado hoje, a Electronic Book Publishers Association of Japan disse que o ato de distribuir tais apps infratores de copyrights é “ilegal” e que escusar-se dizendo não ser possível checar a questão dos direitos autorais durante a seu processo de avaliação é “uma explicação completamente inconvincente”. Um porta-voz da Apple Japão declarou que sua empresa “entende a importância de proteger propriedade intelectual” e que responde prontamente quando notificada sobre violações (como ocorreu com um app que trazia três volumes da série 1Q84 por 230 ienes).

As discussões para resolver esta questão continuam em andamento, mas com o aviso final do consórcio de editoras de que “Uma resposta ineficaz será considerada como falta de boa vontade da [parte da Apple] para tomar medidas de forma sincera.”

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários