Depois de mais de dois anos de duro trabalho, Dropbox chega à versão 1.0 final

Desenho sobre o Dropbox

Nem parece, mas já faz quase dois anos e meio que resenhei o Dropbox aqui no site — quando ele ainda estava em seus estágios embrionários, mas já prometia muito. Na época, o burburinho era enorme entre os que queriam conseguir um convite para utilizá-lo.

Agora, depois de uma longa jornada, muito trabalho e bastante evolução, o Dropbox finalmente chegou à sua versão 1.0 final (sim, ele finalmente perdeu o selo “beta”!). Para quem não conhece, ele é como o iDisk (do MobileMe) deveria ser, desde o início.

Desenho sobre o Dropbox

A nova versão é, evidentemente, a melhor já criada por eles. Em relação a anteriores, ela traz muitas correções de bugs e melhorias em performance, além de uma novidade aguardada por muitos: sincronização seletiva de arquivos.

O Dropbox 1.0 também reduz o uso de memória pelo aplicativo em até 50%, tornando a comunicação entre o seu computador e os servidores dele na nuvem muito mais suave e confiável. O sistema todo foi otimizado para prover tempos de resposta mais baixos e estar bem preparado em termos de escalabilidade.

A conta básica e gratuita no Dropbox oferece hoje 2GB de armazenamento. Por US$10 mensais, é possível atualizá-la para 50GB, e por US$20 para 100GB. O aplicativo é compatível com Mac OS X e Windows, além de ter também variações mobile.

[via TUAW]

Posts relacionados

Comentários