Um dia na vida de um iPadmaníaco… sem um iPad ;-)

Review do Samsung Galaxy Tab

Não preciso lembrar a ninguém que sou Applemaníaco e viciado em meus iPhones e iPads, não é? Não desgrudo deles por nada, mas na última quinta-feira fui “obrigado” a abandonar todos os meus iGadgets para usar por um dia inteiro outro dispositivo.

Review do Samsung Galaxy Tab

Tinha algumas reuniões marcadas em Belo Horizonte (MG) e substituí meu MacBook e iPhone pelo tão falado Samsung Galaxy Tab, que utiliza o versão 2.2 do Android como sistema operacional.

Começando o dia

O primeiro desafio do dia foi “trazer de volta” o meu chip de internet 3G ao tamanho normal, já que o Galaxy Tab utiliza um SIM comum, diferentemente do iPhone e do iPad. Logo que finalizei a “gambiarra”, a tablet pegou sinal e, rapidamente, já acertou as configurações de internet sem ajustes manuais.

Review do Samsung Galaxy TabReview do Samsung Galaxy Tab

Depois disso, abri o programa de email para configurar minha conta no Google Apps e não poderia ser diferente: o sincronismo ficou perfeito! A experiência de usar os serviços do Google é infinitamente melhor na tablet da Samsung do que no iPad, já que é algo integrado nativamente ao Android. Em pouco tempo, já estava com meu email funcionando, contatos sincronizados e a agenda de compromissos completa.

Review do Samsung Galaxy Tab

Tudo pronto para embarcar? Acho que não… Antes disso tive que popular o gadget com os aplicativos que utilizo normalmente, e mais uma vez ele recebeu um ponto positivo. Eu cheguei a usar por um tempo um Nexus One e, graças ao sistema over-the-air, alguns softwares que eu utilizava vieram automaticamente para o Galaxy Tab, acompanhados das configurações que tinha feito anteriormente. Bem que Apple poderia copiar isso rápido, hehe.

Review do Samsung Galaxy Tab

Passadas as primeiras boas impressões, senti um pouco de dificuldade em me adaptar à tela de 7 polegadas do Galaxy Tab, pois ela não torna o gadget portátil o suficiente para caber em um bolso e não é grande suficiente para ser levada em uma mochila. Considerando que homens normalmente não usam bolsa (risos), é um tanto incômodo ter que carregá-lo na mão o tempo todo (ou, para deixá-las livres, embaixo do braço igual a um vendedor de Bíblia, hehe), o que o torna bem mais exposto a sujeira do que o iPad.

Outra coisa que me incomodou é o fato de a capa dele abrir para o lado contrário ao que estamos acostumados, parecendo sempre que estou abrindo a tablet de trás para frente.

Review do Samsung Galaxy Tab

Com relação à interface, não foi preciso muito para notar que a Samsung leva um baile da Apple. Infelizmente, essa versão do Android não foi desenvolvida para rodar em tablets e, com isso, muitas vezes você tem a impressão de que está utilizando um smartphone gigante — seria esse o “Androidão”? Esse problema deverá ser resolvido no próximo update, que terá uma versão específica para o novo tipo de aparelho.

Review do Samsung Galaxy Tab

Avançando nas considerações gerais, outra função que inicialmente achei desnecessária foi a possibilidade de efetuar e receber ligações e enviar SMSs através do Galaxy Tab. Após alguns minutos fui convencido do contrário, pois, se eu tivesse essa função no meu iPad, talvez até deixasse o meu iPhone em casa em determinadas ocasiões.

Review do Samsung Galaxy Tab

A seguir, estão mais algumas características específicas do Galaxy Tab:

Tela

Review do Samsung Galaxy Tab

Realmente não consegui me adaptar à sua tela de 7 polegadas. Mesmo com uma boa resolução, os textos não ficam nítidos, dificultando a leitura. Consequentemente, me vi forçado a utilizar o recuso de zoom na maioria deles.

GPS

Nesse ponto é a Apple quem leva um baile! O sistema nativo de navegação dele é excelente. O Google Navigator dispensa apresentações, vem integrado ao aparelho e é gratuito — porém, não funciona em todas as cidades, é bom lembrar. Mas no iPad e no iPhone não tem jeito: você é obrigado a comprar um app de terceiros para ter um GPS curva-a-curva.

Desempenho

Achei que o Galaxy Tab tem uma ótima velocidade no processamento e resposta da tela, porém fiquei na mão quando a bateria acabou antes de voltar para São Paulo. Admito que utilizei o produto intensamente como GPS e também para fazer algumas anotações, mas mesmo assim achei que a bateria durou pouco em relação à do iPad.

Navegador

Sei que neste ponto serei muito criticado por alguns, mas ter o Flash Player no navegador é bem legal. Infelizmente a maior parte dos sites ainda o utiliza, total ou parcialmente. As peças baseadas em Flash não ficaram lentas em nenhum momento e não tive nenhum problema com memória, sanando outra dúvida forte que eu tinha.

Teclado (sistema de digitação)

Também gostei dele! O teclado do Galaxy Tab tem uma tecnologia chamada “Swype”, com a qual você simplesmente desliza o seu dedo sobre as letras (sem tirar da tela) e ele utiliza o dicionário para montar a palavra automaticamente. Com esse recurso a digitação fica super-rápida e agradável na posição vertical. Para a posição horizontal prefiro a digitação normal, pois as teclas ficam distantes umas das outras.

TV

Review do Samsung Galaxy Tab

É um recurso legal, mas fiquei decepcionado com a qualidade da imagem, além do fato de ter que puxar a antena para que pegue sinal — sim, no estilo daqueles celulares genéricos fabricados na China. Mas dá para assistir muito bem à televisão em formato digital ou analógico, se não se importar com qualidade.

Câmera

Review do Samsung Galaxy Tab

A câmera é um recurso bem legal e que realmente faz falta no iPad. Ela faz filmagens em HD (com resolução 720p) e serve para tirar fotos, com um sensor de 3,2 megapixels e flash. Para finalizar, temos ainda uma câmera frontal de 1,3 megapixel para videoconferência, porém só consegui usá-la pelo Tango, um aplicativo de terceiros semelhante ao Skype para vídeo-chamada entre diferentes plataformas.

· · ·

Espero que vocês tenham gostado. Eu realmente achei interessante experimentar uma nova tablet. Acho que teremos ótimas novidades dos dois lados e estou louco para testá-las no futuro. 🙂

Posts relacionados

Comentários