Gráfico mostra o impacto de um ano de iPhones e iPads nos lucros da Apple

Comparação financeira entre CQ32009 e CQ32010 - asymco

Horace Dediu, do asymco, fez um gráfico mais que completo para mostrar a diferença entre o o terceiro trimestre de 2009 e o de 2010 em termos de finanças. Apesar de Dediu dizer que é algo “autoexplicativo”, eu acho que um pequeno manual de instruções, cortesia do Fortune Tech, vem a calhar.

Publicidade

Comparação financeira entre CQ32009 e CQ32010 - asymco

Na primeira coluna você vai ver uma pilha de todas as receitas da Apple há um ano; as partes brancas são custos (fabricação, embalagem, etc.), e as coloridas são o lucro. Note que, logo ao lado, todos os custos estão separados numa pilha só. As duas caixas que vêm a seguir mostram despesas fixas (como pesquisa e desenvolvimento) e impostos. A diferença na altura das pilhas de custos de vendas (branca), despesas fixas (creme/ciano) e impostos (vermelho) para a da pilha de receitas (a primeira, à esquerda) é o lucro total (verdinho como dólares, mais à direita).

Agora compare as pilhas de 2009 com as de 2010 e você vai ver que o lucro quase dobrou em um ano, indo de US$2,532 bilhões há 12 meses para US$4,308 bilhões no trimestre passado. E graças a quem? Ao iPhone e ao iPad — as duas pilhas de lucros que mais cresceram, enquanto o Mac mal se mexeu e o iPod encolheu.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…