Maior fundo de pensão pública dos EUA quer forçar a Apple a mudar seu sistema de eleição do conselho administrativo

Meio logo da Apple

De acordo com uma reportagem do WSJ.com, o CalPERS (California Public Employees’ Retirement System), maior fundo de pensão pública dos Estados Unidos, deseja implementar uma mudança geral na forma como grandes empresas, inclusive a Apple, elegem membros de seus conselhos administrativos. Atualmente, os diretores da Apple podem permanecer em seus postos com apenas um voto favorável em eleições sem contestação, e o CalPERS deseja que votações majoritárias sejam necessárias para isso.

Meio logo da Apple

O objetivo é que acionistas tenham um pouco mais de autoridade sobre dirigentes de empresas, recompensando-os com votos por seus atos — ou punindo-os, quando fazem besteira. “Há um risco sistemático, quando não se pode responsabilizar diretores”, disse Anne Simpson, chefe de governança corporativa na CalPERS. Como a Apple negou o pedido de mudança feito pelo fundo de pensão, uma resolução deverá ser votada em fevereiro de 2011, durante a reunião anual de acionistas.

Pela legislação da Califórnia, se uma empresa adota o sistema de votação majoritário, membros de conselhos administrativos que não conseguirem a maioria dos votos numa eleição são obrigados a deixar seus cargos; em outros Estados as regras nem sempre são tão vinculantes. Pode ser essa uma das razões para a Apple hesitar em adotar tal sistema, afinal de contas isso poderia provocar mudanças repentinas na composição da sua cúpula.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários