Rapidinhas do MM: moda em interfaces, Woz sobre neutralidade da rede, Half-Life para Mac e mais

Interface incomum de Instagram, Path e Gowalla

Periodicamente, reunimos nas Rapidinhas do MM tópicos sucintos com assuntos menos relevantes, que não achamos significantes o suficiente para virarem artigos completos por aqui, mas que podem interessar a muitos de vocês.

Publicidade

Eis a nossa seleção de hoje. 😉

Interface incomum de Instagram, Path e Gowalla

Publicidade
  • Instagram lança moda em interface de apps, contrariando a Apple (Ken Yarmosh): usuários do Instagram devem adorar o fato de a barra de abas inferior ter um botão bem central para tirar fotos. Bem, saibam que esse tipo de coisa (colocar um botão no meio das abas de um app) fere uma das iPhone Human Interface Guidelines. Mas quem se importa? A prática já virou moda e se espalhou para o Path e o Gowalla, outros dois apps de sucesso. Afinal de contas, regras foram feitas para serem quebradas!
  • Steve Wozniak opina sobre as discussões a respeito de neutralidade da rede (Daring Fireball): esta semana tem sido inflamada, pois a FCC colocou em votação as normas para instituir neutralidade da rede (net neutrality) nos Estados Unidos e, até agora, as coisas estão meio feias para o lado dos consumidores. Contribuindo com seus dois cents, Steve “Woz” Wozniak escreveu quase um manifesto no The Atlantic incitando a FCC a mostrar se ela está disposta a defender os interesses dos cidadãos ou das megacorporações, a provar “se o governo é bom ou mau”. Esperemos que os sinais de retrocesso em telecomunicações que têm pipocado nos EUA ultimamente não cheguem aqui (até parece que não vão chegar…).

Designed by Apple in California

  • O poder de uma frase com cinco palavras (37signals): qual será a influência da frase Designed by Apple in California sobre as pessoas? Por que a Maçã a coloca sempre em um ponto específico, sozinha, impossível de passar em branco durante um unboxing? Pode ser apenas uma forma de desviar nossa atenção do Made in China, mas pode ser também uma maneira de evocar emoções e “assinar” os produtos criados por ela, e o pessoal do 37signals viajou nas interpretações do que essa simples frase pode significar nos planos de marketing da Apple.
  • Esquete da BBC faz vários “trocadalhos do carilho” com gadgets (TUAW): apesar de só funcionar em inglês (da Inglaterra, ainda por cima), não podíamos deixar este vídeo passar em branco. Caso você queira testar sua fluência nesse idioma, veja se você consegue captar todos os trocadilhos no diálogo destes dois comediantes. São muitos, cada um melhor que o outro! 😉

  • TomTom Brasil chega à versão 1.6 (App Store): um dos melhores navegadores para iOS agora conta com mapas atualizados e o novo recurso Map Share, que permite a usuários compartilhar informações e correções de mapas. A atualização pesa 203MB e é gratuita para quem já tiver o TomTom Brasil — quem ainda não o tiver pode comprá-lo por US$40.
  • App de realidade aumentada é usado para promover TVs 3D (Panasonic): esta é uma daquelas ações publicitárias bem divertidas. Para promover sua nova linha de TVs, a Panasonic lançou o app 3D VIERA AR Greeting [4,3MB; requer o firmware 3.1 ou superior], que usa um símbolo especial [PDF; 139KB] para fazer animais saltarem de um televisor 3D virtual. Tem tubarão, elefante, tigre, girafa e até uma vaca! Não passa de uma propaganda, mas até que parece bem divertido — que tal tirar uma foto sendo atacado por um tubarão que sai da camiseta de um amigo e depois mandá-la pro Twitter? 😛

Publicidade
  • Adobe registra seu primeiro trimestre com US$1 bilhão em receitas (TechCrunch): apesar das lágrimas, dos gritos e do sangue derramado na luta do Flash para provar que não é um grande mal que assola a internet, a Adobe divulgou resultados pra lá de positivos no último trimestre — inclusive registrando um aumento anual de 33% em suas receitas, pela primeira vez dotadas de nove zeros (ou seja, mais de US$1 bilhão). Será que isso não prova que ela está acima de ficar implorando e se humilhando para o Flash ter uma vaguinha no iOS? Tomara que 2011 traga mais trabalho e menos choro — afinal de contas, os usuários da Creative Suite 5 agradeceriam se os aplicativos dela ficassem mais estáveis e consumissem menos RAM.
  • Vem à tona o motivo para Half-Life nunca ter saído para Mac (Reddit): anos depois dos fatos, Becky “Burger” Heineman conta (quase) tudo sobre como a primeira aventura de Gordon Freeman foi vetada na plataforma da Maçã aos 15’47” do vídeo abaixo. O jogo estava pronto (jogadores do Mac poderiam até entrar em disputas contra usuários de PCs), só que, um belo dia, alguém da Apple que não devemos denominar superestimou as vendas do primeiro iMac (meio milhão de unidades) e, diante das encomendas de jogos feitas pelas lojas (50 mil unidades), “coisas aconteceram, algumas pessoas se chatearam” e Half-Life para Mac foi de quasi-GM a vaporware em um estalar de dedos. Por causa da diferença entre as estimativas da Apple (posteriormente negadas pela própria Apple, detalhe) e as encomendas, de repente não pareceu boa ideia lançar o jogo para Mac — e dar um chute nos testículos metafóricos da Maçã deve ter sido muito mais atraente, pelo visto. Triste, muito triste…

  • Suporte ao iOS chega a beta do Unreal Development Kit (MacStories): agora desenvolvedores poderão usar gratuitamente as mesmas ferramentas por trás do épico Infinity Blade — e, por sinal, todo o código do demo Epic Citadel está incluído nesta versão do UDK. Ferramentas de primeira estão inclusas, entre elas Unreal Kismet, Cascade, Matinee, Lightmass, Swarm e muitas outras. Ele pode ser baixado grátis aqui.

[contribuíram com dicas para este post: LedStyle, manolo, Marcio Pimenta e Ramon Nicotari]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…