“App” é eleita a “Palavra do Ano de 2010”

Ícones na App Store

“Abreviação para programa aplicativo para um computador ou sistema operacional”, essa é a definição de “app”, termo escolhido pela American Dialect Society como “Palavra do Ano de 2010”.

Publicidade

Ícones na App Store

“App existe há eras, mas milhões de dólares investidos em marketing por trás do slogan ‘There’s an app for that’, mais a chegada de ‘app stores’ para uma gama variada de sistemas operacionais de telefones e computadores, app realmente explodiu nos últimos 12 meses”, disse Ben Zimmer, chefe do comitê de novas palavras. “Um dos argumentos mais convincentes durante a votação foi uma mulher ter dito que até a avó dela já tinha ouvido falar dessa palavra.”

Imagino que o discurso de agradecimento dessas três letrinhas incluiria algo do tipo “Obrigado a Steve Jobs, por me empregar desde os tempos de NeXT, e por me fazer explodir em popularidade de 2008 pra cá.” Mas, diante da confirmação de que “app” agora caiu na boca do povo, voltamos à pergunta de ontem: a Apple tem o direito de registrar “App Store” como uma marca?

John Gruber foi atrás dos usos de “app” e “App Store” na história do Google e descobriu que “app store” não era uma combinação de palavras sequer usada antes de a Apple a lançar.

Daí, se a Microsoft tem direitos sobre “Windows”, a Apple pode ter sobre “App Store”? O problema é que a Microsoft não vende janelas de verdade (assim como a Apple Inc. e a Apple Corps. não vendem maçãs), então o uso desse nome comum como marca não é tão danoso quanto no caso de “App Store” — pois ela é, literalmente, uma “loja de apps”.

Publicidade

Gruber ruminou mais o assunto e chegou à seguinte conclusão: a marca é “Alguma Coisa App Store”, como “Mac App Store” ou “iOS App Store”. Registrar “App Store” vai apenas impedir que a concorrência use duas palavras comuns associadas a suas próprias marcas, no estilo “WebOS App Store”, “Windows Phone App Store” e por aí vai.

Seria tão bizarro quanto alguém querer caçar todos os jogos que têm “doodle” no título, né?

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…