Mercado reage mal à licença médica de Steve Jobs, principalmente pelo clima de incerteza no ar

Ações da Apple na Bolsa de Frankfurt

O anúncio sobre a licença médica de Steve Jobs ontem não poderia ter sido mais bem planejado: em um feriado (Martin Luther King, Jr. Day), quando a Bolsa de Valores não funciona nos Estados Unidos. Isso deu tempo para os investidores respirarem fundo na América, mas na Europa a situação da Maçã ficou tensa.

Ações da Apple na Bolsa de Frankfurt

Na bolsa de valores de Frankfurt, na Alemanha, o valor das ações da Apple despencou 6,1%, fechando o dia cotadas a 244,05 euros (ao longo do pregão elas chegaram a cair 9,7%), como mostra o Fortune Tech. A grande questão nessa queda é a incerteza quanto à situação do CEO da Apple. Apesar da tensão de ontem, hoje a cotação da ações da empresa abriu com uma alta de 2% na Europa.

O New York Times conta que Jobs teria passado os últimos tempos sofrendo com altos e baixos provocados por deficiências em seu sistema imunitário, um sequela dos tratamentos aos quais fora submetido para tratar-se de um câncer pancreático e um transplante de fígado.

Contrariando isso, pessoas de dentro da Apple teriam sido pegas de surpresa pela divulgação do email de Jobs na segunda-feira. De acordo com o Wall Street Journal, até mesmo altos executivos se surpreenderam com o anúncio, e uma pessoa que teve contato direto com Steve nos dias anteriores disse que ele não mostrava nenhum sinal de enfermidade.

Com o nível de “ofuscação” e o “mínimo de clareza” que a Apple emprega para proteger a privacidade de seu CEO, Charles Wolf, da Needham & Company, acredita que “é natural os investidores esperarem o pior”. A situação atual, porém, não exigiria pânico: com ou sem a presença de Jobs em Infinite Loop, a trajetória da Apple para os próximos cinco anos já estaria claramente traçada.

Mike Abramsky, da RBC Capital Markets, espera uma certa volatilidade na AAPL num futuro próximo, mas também será sustentada pelos resultados do primeiro trimestre fiscal de 2011 (último do calendário de 2010). Abramsky destacou que as ações da Maçã caíram 3% com o anúncio da licença médica de Jobs em 2009, mas subiram 57% nos meses subsequentes.

Gene Munster, da Piper Jaffray, nota que desta vez Jobs não abriu mão do título de CEO (algo que ocorreu no seu último afastamento), o que pode indicar que esta licença seja mais curta e menos séria que a de dois anos atrás. “Lembre que, durante a última licença médica de Jobs, Tim Cook se tornou CEO interino da Apple e que os negócios continuaram bem”, Munster disse.

John Gruber, do Daring Fireball, também acredita que tudo ficará bem com a companhia: apesar de ser difícil se preparar para uma notícia como a de ontem, a Apple mais que ninguém está pronta para enfrentar a ausência temporária de Jobs. Gruber acredita que há talento o bastante nos altos níveis da Maçã para manter a empresa funcionando perfeitamente durante a licença médica de seu CEO, mas formalizar uma transferência de cargo seria algo desnecessário no momento (tanto que Cook continua como COO).

Neste momento, é importante manter em mente algo que a Macworld publicou há dois anos, mas que se mantém atual: ao contrário do que houve em 1985, Jobs não se afastou da Apple para ser substituído por pessoas que não tinham a menor noção do que a empresa representava ou quais os ideais por trás dela. Apesar de Infinite Loop definitivamente não ser o mesmo sem El Joboso por perto, as pessoas que estão cuidando da empresa compartilham da mesma visão que seu líder e são tão apaixonadas pela arte de fazer produtos insanely great quanto ele mesmo.

Qualquer dúvida quanto a isso pode ser sanada por esta compilação de frases de Tim Cook feita por Horace Dediu, do asymco.

A NASDAQ:AAPL deverá começar a ser negociada nos EUA em alguns minutos, porém na atividade prévia do mercado ela está em queda de ~4,8%, mas se recuperando. Vamos ver como as coisas correm ao longo do dia, que promete ser longo — afinal de contas, hoje teremos o anúncio dos resultados do último trimestre, que tem tudo para registrar vários recordes históricos.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários