Gráfico: como a exclusividade da AT&T prejudicou a adoção do iPhone nos Estados Unidos

Distribuição de clientes entre operadoras nos EUA - NYT.com

O New York Times publicou hoje um gráfico muito interessante sobre a distribuição de usuários nas maiores operadoras dos Estados Unidos, dividindo-os em donos de Androids, iPhones e outros aparelhos. Veja só, que curioso:

Publicidade

Distribuição de clientes entre operadoras nos EUA - NYT.com

Como era de se esperar, logicamente, todos os donos de iPhones estão concentrados unicamente na AT&T, onde há pouquíssimos usuários de Androids e a adoção de smartphones é desproporcionalmente grande em relação às demais telecoms. Só que é razoável fazer a seguinte pergunta: o iPhone restrito a uma apenas operadora cresceu o máximo que poderia no mercado?

Outras questões que ficam no ar dizem respeito ao efeito que o iPhone CDMA teria (ou terá) sobre o Android e se a única forma de conter o crescimento do sistema móvel do Google seria abrir mais ainda o leque de opções em termos de operadoras — afinal de contas, metade dos usuários de Androids estão ou na Sprint, ou na T-Mobile. Essas perguntas certamente serão respondidas pela performance do smartphone da Apple na Verizon, ao longo dos próximos meses.

[via asymco]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…