Mistérios insondáveis de Infinite Loop: a história da imaculada conexão

Imaculada Conexão

Quando fiquei sabendo desta história, pensei que fosse um iPhone imitando o Windows Phone 7 e se conectando à internet sem autorização, mas ao ver a solução para esse caso, tudo ficou claro. Veja só o que aconteceu com Jim Matthews e tente descobrir a resposta para O Mistério da Imaculada Conexão!

Imaculada Conexão

Jim viajou para a Inglaterra com seus fiéis iPhone e MacBook Pro. Para evitar perder todos os seus bens para a AT&T por conta de roaming, ele muito inteligentemente desligou os dados 3G no smartphone e se limitou a usar o notebook com a rede Wi-Fi cara e ruim do hotel em que estava. Ao ver o calendário no MacBook Pro, veio a surpresa: um evento que fora configurado horas antes no iPhone, já na Inglaterra, estava ali, sincronizado. Como é possível, uma coisa dessas?

O iPhone estava proibido de falar com torres de telefonia celular e nunca estivera na Inglaterra antes, para lembrar de alguma rede Wi-Fi por lá. Jim também não fora a muitos lugares: apenas ao aeroporto, a uma Apple Store onde comprou um iPhone sem contrato para o filho usar no país, durante um período de estudos, e ao hotel, onde só o MacBook Pro usou a rede local. Como, então, houve a sincronização de dados via MobileMe entre as duas máquinas?

Terá sido um milagre?

Apple Retail Store de Covent Garden, em LondresA resposta, meus caros, é simples quando sabemos de um pequeno detalhe sobre o nível de metodismo com que a Apple funciona: aparentemente, as redes Wi-Fi em Retail Stores têm todas o mesmo nome. Isso é o bastante para um iPhone que detecta uma rede dessas se sentir em casa (quase que literalmente) e começar a trocar informações com o mundo, automagicamente.

Pode parecer uma história boba de coincidências operando silenciosamente, mas ela carrega uma lição de moral importantíssima: quando estiver viajando, se precisar de internet para conectar seu iPad, iPhone ou iPod touch e houver uma Apple Retail Store por perto, não hesite em “voltar ao lar”. Com o preço que as operadoras cobram por roaming internacional, uma loja da Maçã certamente atua como um oásis para gadgets e viajantes sedentos por conexão.

Ah, e antes que eu esqueça… Imaculada Conexão? Myth BUSTED!

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários

Deixe uma resposta