Read It Later investiga horários de leitura em computadores, iPhones e iPads

Ícone do Read It Later

O pessoal responsável pelo app Read It Later fez um levantamento curioso sobre os hábitos de leitura de seus usuários, separando as informações de quando as pessoas consomem conteúdo em diferentes plataformas. Os resultados ajudam a delinear melhor o papel de cada tipo de gadget no dia-a-dia e a dar uma visão geral de como eles são usados por seus donos para consumir textos, especificamente.

Publicidade

Tomemos como “controle” este gráfico que mostra em que momento do dia as pessoas leem artigos do Read It Later em computadores tradicionais (os horários de acesso foram compensados levando em conta o fuso horário):

Leitura do Read It Later em computadores

Muito bem, o consumo de conteúdo ocorre mais ou menos homogeneamente ao longo do dia, quando as pessoas estão no trabalho, durante o dia, ou em casa, no começo da noite e antes de dormir. Esse padrão muda sensivelmente quando vemos o gráfico que mostra as horas de leitura no iPhone:

Publicidade

Leitura do Read It Later em iPhones

A distribuição dos picos é bem espaçada, com momentos-chave ao longo dia nos quais o iPhone é a ferramenta ideal: no café da manhã, na ida ao trabalho, na volta do trabalho e em casa, no horário nobre e antes de dormir. Tecnicamente, toda hora é hora para sacar um smartphone e colocar a leitura em dia — e no ônibus ou no metrô (nos Estados Unidos, onde isso não implica necessariamente um alto risco de ser assaltado) uma tela pequena é bem mais eficiente para esse fim.

Publicidade

Isso muda bastante quando adicionamos várias polegadas:

Leitura do Read It Later em iPads

Um único pico é impressionante: o iPad é mais usado para leitura durante o horário nobre da noite e antes de dormir, bem nos momentos de maior relaxamento do dia. Diga-se de passagem, essa é a hora mais cobiçada na programação televisiva.

Publicidade

Outro gráfico demonstra ainda que a tablet não está apenas alterando o cenário de leitura em jornais e revistas tradicionais, mas também online. Abaixo você uma comparação entre os hábitos de leitura no computador de quem tem um iPad e de quem não possui uma tablet:

Comparativo de leitura do Read It Later em computadores e iPads

O pico, aqui, indica que o computador é usado no intervalo para almoço, provavelmente na mesa de trabalho. O iPad fez, portanto, com que o horário de leitura fosse concentrado em um momento mais tranquilo do ida. Quando dotados de uma opção, os usuários parecem preferir transferir o consumo de conteúdo para gadgets que tornem essa atividade mais prazerosa, acessível em qualquer lugar e, de preferência, em posições mais relaxantes.

E você? Gadgets móveis fizeram com que você lesse menos no computador, ou eles não tiveram nenhum efeito sobre seus hábitos de leitura? Conte sua história nos comentários! 😉

One more thing… O Read It Later está disponível em duas versões na App Store: uma gratuita e outra custando US$3 — ambas são universais (ou seja, com interface otimizada para iPhones/iPods touch e iPads), pesam 5,7MB e requerem o iOS 3.1 ou superior.

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…