Dica de leitura: confissões de um funcionário de Apple Retail Store

Trabalhe em uma Apple Retail Store

Regra número um de quem trabalha na Apple: não se fala sobre o trabalho na Apple. Original, né? Mas um funcionário de uma das Retail Stores decidiu chutar o protocolo e conversou com a Popular Mechanics sobre como é a vida do outro lado dos balcões de madeira de design preciso que ornam as lojas da Maçã.

Trabalhe em uma Apple Retail Store

Não chega nem perto de ser nada como o CrApple Store, mas soa bastante interessante para vermos um pouquinho da cultura de trabalho da Maçã pelo lado de dentro. Por exemplo, um funcionário pode chegar atrasado bem umas 15 vezes antes de ir pro olho da rua, mas basta falar com a imprensa ou (pior ainda) discutir algum dos próximos lançamentos da Apple com um cliente para ser imediatamente demitido. Dizer “Eu acho que o próximo iPad vai ter uma câmera” deve ser muito pior que mandar um comprador pro Inferno. 😛

Curioso? Sim, mas não chega nem perto das figuras que habitam as lojas. Desde pessoas sem-teto fazendo livestreaming (ou escutando heavy metal a toda) nos computadores da loja até brincalhões que mudam o idioma das máquinas para russo ou coreano, passando por clientes dando chiliques e traficantes de drogas com identidades falsas querendo comprar iPhones, tem de tudo numa Apple Store. Até gente normal!

No fim das contas, não soa muito incomum do que podemos encontrar no varejo em geral. Só que, como estamos falando da Apple, subir na hierarquia da loja significa ganhar um título mais pomposo que o de gerente: trabalhando direitinho, você pode se tornar um Genius.

[via TUAW]

Posts relacionados

Comentários