Busca por patentes contra o formato WebM atrai ira do Departamento de Justiça dos Estados Unidos

Logo do WebM

Logo do WebMA MPEG-LA começou a ser investigada recentemente pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que deseja conhecer suas intenções com a busca de patentes anunciada contra o formato de vídeo WebM, protegido pelo Google como uma alternativa livre de pagamentos de licenças em relação ao H.264. Segundo os investigadores, a iniciativa tentará expor as intenções dos reguladores, que podem ser acusados por prejudicar a competição no uso de codecs de vídeo.

Publicidade

O formato do Google é baseado no codec de áudio Theora e no container de vídeo VP8, que é o principal alvo da busca da MPEG-LA. Além dos reguladores, empresas como a Apple e até a Microsoft (que deixou clara aos seus usuários a possibilidade de se instalarem codecs para uso do WebM no IE9) estariam envolvidas em uma potencial iniciativa de impedir o crescimento de concorrentes do H.264 no mercado.

Ainda não se sabe o que o Departamento de Justiça fará caso conclua que existem mesmo práticas anticompetitivas por trás da busca de patentes, mas a investigação não a interromperá. É provável que a MPEG-LA preste esclarecimentos ao órgão do governo norte-americano a partir do final deste mês, quando terá em mãos resultados preliminares da sua investigação sobre as patentes que podem comprometer o formato WebM.

[via GigaOM]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…