NPD: vendas de Macs nos Estados Unidos não foram tão grandes até fevereiro

MacBook Pro se abrindo

Aparentemente os consumidores estão aprendendo a identificar melhor quando um produto da Apple está prestes a ser renovado: dados do NPD Group indicam que as vendas de Macs sofreram uma boa desaceleração nos dois primeiros meses de 2011, exatamente antes da renovação da linha de MacBooks Pro. Apesar de a performance dos computadores da Maçã não ter sido absurdamente alta, ainda assim ela foi 16% superior ao mesmo período de 2010.

MacBook Pro se abrindo

Em posse dessas informações, Gene Munster espera que a Apple registre uma alta anual entre 20% e 25% neste trimestre (bem alinhado com o consenso de Wall Street, que espera 22%), o que se refletiriam em até 3,7 milhões de unidades — Ming-Chi Cuo, por sua vez, está apostando pra lá de 4,5 milhões.

O crescimento constante dos iGadgets, porém, fará com que as receitas geradas por computadores representem pouco mais de um quinto do total que há de ser arrecadado pela Maçã ao longo do ano fiscal de 2011. Enquanto isso, as informações do NPD indicam que os iPods deverão ver uma queda anual de 5% a 10% (o consenso em Wall Street é de -6%).

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários