Apple e Intel apoiam embargo à compra de minerais vendidos para financiar conflitos na África

Logo da Apple

Logo da AppleFaz parte da responsabilidade social de uma empresa estar sempre atenta à procedência de matérias-primas. Segundo conta a Bloomberg, entraram em efeito hoje regras criadas pelo programa Conflict-Free Smelter (CFS) para impedir que o dinheiro da venda de minerais importantes para a indústria de tecnologia seja usado para financiar conflitos armados. Fazem parte desta iniciativa Apple e Intel, duas das maiores fabricantes de produtos eletrônicos do mundo.

Concebido pela Coalizão de Cidadania na Indústria de Eletrônicos (Electronic Industry Citizenship Coalition) e pela Iniciativa de E-Sustentabilidade Global (Global E-Sustainability Initiative), o CFS visa impedir que o dinheiro da venda de estanho, tungstênio, ouro e coltan seja usado para financiar guerras no continente africano, especialmente no Congo e em países vizinhos.

Segundo as regras em efeito hoje, fundições precisam demonstrar através de auditorias feitas por terceiros que a venda de suas matérias-primas não gera fundos para patrocinar guerras.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários