O que a Apple fará com 12 petabytes de dados adicionais?

iTunes na nuvem (cloud)

Antes de mais nada, se você nunca ouviu falar em “petabyte”, eu explico: 1PB equivale a nada mais nada menos que 1.000TB. Isto é, estamos falando de absurdos 1.000.000.000.000.000 bytes.

Parece muito? Pois saiba que a Apple acaba de fazer um pedido de 12PB(!) para a Isilon Systems, empresa a qual foi adquirida pela EMC por US$2,25 bilhões no final do ano passado. A informação foi divulgada há pouco pelo site StorageNewsletter.com, citando uma fonte confiável próxima às negociações.

iTunes na nuvem (cloud)

Curiosamente, a matéria não fala nada sobre esse gigantesco espaço de dados adicional ser usado para um iTunes na nuvem, conforme rumores recentes, e sim para atender às necessidades crescentes de armazenamento de vídeos digitais na iTunes Store.

Se esse novo acordo for mesmo quente, a Apple se tornará a maior cliente de Isilon, que em seu portfólio conta com nomes como Alcatel-Lucent, ARM, DailyMotion, Fuji Film, Imeem, Kodak EasyShare Gallery, MySpace, NBC, Orange, Paramount Digital Entertainment, Petro China, Random House Group, Second Life, Sony, Sports Illustrated, Technicolor, TVA, XM Satellite Radio e muitos outros.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários