Adobe anuncia Creative Suite 5.5 com foco na criação de conteúdos para dispositivos móveis

Photoshop Touch Nav

A Adobe anunciou ontem uma nova versão da sua Creative Suite para designers e desenvolvedores, mas não foi a sua sexta geração, a qual já teve vários detalhes revelados por aí. Em vez disso, a nova CS5.5 é considerada uma edição de “meio de ciclo”, destinada a oferecer melhorias para os usuários e estimular a criação de conteúdos ricos para dispositivos móveis.

Todos os aplicativos da suíte passaram por uma série de aprimoramentos, visando aperfeiçoar a Creative Suite para desenvolvimento, web, design, editoração, áudio e vídeo. Para atender aos dois primeiros casos, a Adobe lançou uma nova versão do Dreamweaver com diversas novidades em HTML5, incluindo a última e mais recente versão do framework jQuery para web designers.

Além disso, as novas versões do Flash Professional, Flash Builder e Flex foram readaptadas para suportar o desenvolvimento em diversas tablets baseadas em iOS, Android e QNX — embora o BlackBerry Playbook não tenha chegado ao mercado ainda. Apesar de parecer controverso para alguns que a Adobe esteja levando tanto o Flash quanto o padrão HTML5 adiante, executivos da empresa afirmam que o foco está nos conteúdos e não há preconceito contra a Apple e o iPad, principais responsáveis pela polêmica sobre esse assunto.

Para design e editoração, o InDesign 5.5 tornou-se ainda mais amigável na hora de criar revistas para tablets, graças à alta afinidade com a plataforma digital da Adobe na elaboração de livros digitais para esses gadgets. Por fim, as ferramentas de vídeo ganharam melhorias no desempenho, enquanto o Adobe Audition finalmente saiu da fase de testes e agora é membro das edições mais caras da Creative Suite, para edição profissional de áudio  — trata-se de uma ferramenta fantástica para quem não pode pagar a mais por uma suíte dedicada, como o Logic Studio, da Apple.

Photoshop Touch Nav

Como parte da CS5.5, a Adobe também atualizou o Photoshop, mas apenas por baixo do capô. O aplicativo ganhou uma nova arquitetura para se comunicar com tablets e smartphones via Wi-Fi, o que permitirá que designers usem apps em aparelhos como o iPad para enviar projetos de imagem ao desktop mais próximo. Um SDK já está disponível para desenvolvedores do iOS e Android trabalharem com a nova arquitetura em suas soluções para tablets.

No entanto, a Adobe também lançará na iOS App Store (e talvez no Android Market) três novos aplicativos com a marca Photoshop Touch, para dar exemplos de como o SDK para o seu principal aplicativo funciona. O Nav se integrará ao desktop para oferecer uma extensão das ferramentas do Photoshop em tablets; já o Color Lava permitirá que designers criem paletas de cores personalizadas para uso posterior no Mac OS X ou Windows, enquanto o Eazel será um aplicativo avançado de pintura para criação de projetos em alta definição.

A Adobe Creative Suite 5.5 está disponível para encomenda em cinco pacotes, cujos preços variam entre US$1.300 (Design Standard) e US$2.600 (Master Collection). Também será possível usá-los em planos de assinatura: eles variarão entre US$30 e US$130 mensais e serão lançados assim que a nova suíte começar a ser entregue, na primeira quinzena de maio.

Posts relacionados

Comentários