Samsung poderá vender divisão de discos rígidos graças à influência da Apple

Disco rígido de 10K da Hitachi

Aparentemente, empresas estão deixando de ver alto potencial de lucratividade a longo prazo na venda de HDDs, conforme o mercado estimula cada vez mais o desenvolvimento de aparelhos baseados em armazenamento sólido. Avanços recentes em hardware e software concederam maior confiabilidade à tecnologia, já conhecida há anos pelo seu alto desempenho.

Disco rígido de 10K da Hitachi

Com sua enorme variedade de aparelhos móveis e computadores, a Apple é a maior consumidora global da memórias NAND flash e está liderando uma gradual transição do mercado para armazenamento em estado sólido. Devido a isso, a Samsung estaria com planos de vender sua divisão especializada em discos rígidos, após constatar que seus investimentos no segmento já não mais oferecem um retorno satisfatório.

Embora a Apple nunca tenha adquirido HDDs da Samsung de forma expressiva, rumores sugerem que as duas companhias firmaram um contrato bilionário para a aquisição de componentes, de forma que o conglomerado coreano teria ganho uma fonte de lucros capaz de compensar uma potencial venda da sua divisão de discos rígidos. Há dois dias, surgiu a especulação de que SSDs da Samsung já estariam em uso no atual MacBook Air.

Ainda não se sabe quem deverá comprar a divisão de HDDs dos coreanos, mas o Wall Street Journal colocou a americana Seagate como candidata de maior probabilidade. Dentre as empresas no segmento, ela é única disposta a aceitar o negócio: enquanto a Fujitsu não aparenta ter capital para investir, a Western Digital já comprou a Hitachi em março.

Posts relacionados

Comentários