Serviços de localização do iOS gravam informações mesmo quando desativados [atualizado]

Localização marcada no Maps do iOS

Após a técnica de registro de coordenadas geográficas do iOS virar notícia, testes divulgados pelo Wall Street Journal alegam que ela funciona mesmo quando o usuário desliga os serviços de localização em seu iPad, iPhone ou iPod touch. Os aparelhos podem gravar essas informações sempre que estão conectados a uma torre de telefonia celular ou rede Wi-Fi registrada online com sua posição global.

Localização marcada no Maps do iOS

Embora não exista nenhuma evidência de que esses dados sejam transmitidos online sem o consentimento dos usuários, o fato de a Apple continuar registrando informações de localização mesmo quando eles se negam a usá-las é um bom tópico para discussões. A opção em questão está disponível na tela principal do app Ajustes (Settings) e pode ser aplicada globalmente ou de forma seletiva, por aplicativo.

Pelo visto, as opções selecionadas nesta área executam apenas restrições nos próprios aplicativos dos iGadgets, de forma que o sistema operacional continua a trabalhar no registro da localização dos usuários — conforme discutido no MacMagazine. Os dados ficam vulneráveis em gadgets jailbroken e nos computadores com os quais todos são sincronizados, mas eles continuam capazes de serem protegidos por criptografia, tanto no iOS quanto via iTunes.

Com a repercussão gerada pela “descoberta”, alguns países pretendem investigar a Apple com cuidado sobre a sua postura com relação aos serviços de localização do iOS. Processos referentes ao assunto estão em andamento na Coreia do Sul, Alemanha, Itália e França, mas, nos Estados Unidos, uma tentativa de esclarecimento feita por um senador acabou sem sucesso, após a imprensa descobrir que o FBI já sabia sobre o armazenamento não-autorizado da localização dos usuários há muito tempo.

Atualização (às 11h20)

O MacRumors afirma que Steve Jobs respondeu a um email de um dos seus leitores sobre o assunto. De forma breve, o executivo negou a acusação de que a Apple monitora pessoas por meio de iGadgets, apesar da coleta não-autorizada de localização ter sido provada.

P: Steve,

Você poderia por gentileza explicar a necessidade de uma ferramenta passiva de monitoramento de localização integrada ao meu iPhone? É meio desconfortável saber que minha localização exata é gravada a todo o momento. Talvez você poderia me dar alguma explicação disso antes de mudar para um Droid. Eles não me monitoram.

R: Sim, eles te monitoram. Não monitoramos ninguém. As informações em circulação são falsas.

Enviado do meu iPhone

Apesar de garantir o anonimato das informações de localização dos aparelhos com iOS, Jobs não explicou o porquê de manter ativo em cada um deles um histórico de locais percorridos pelos usuários.

Posts relacionados

Comentários