Foxconn no Brasil: taiwaneses querem acelerar projeto enquanto engenheiros são procurados em Jundiaí

Foxconn em Jundiaí

Foxconn em JundiaíMuita gente está de olho nos planos da Foxconn para iniciar a produção de iPads no Brasil: o governo de São Paulo está otimista, enquanto investidores preveem milhões de iGadgets sendo fabricados por aqui e ainda mais investimentos, visando fazer do país um dos polos de exportação de produtos da Apple para o mundo. Caso os rumores estejam certos, teremos mais notícias animadoras pela frente: segundo a Folha de S. Paulo, os taiwaneses querem a ajuda do governo para iniciar seus novos trabalhos por aqui o quanto antes.

Tal rumor sugere que uma carta teria sido enviada pelo chefe da Foxconn à presidente brasileira Dilma Rousseff, comunicando-a sobre uma decisão de acelerar para julho o início das operações. Outros políticos influentes no Estado de São Paulo e membros do governo, inclusive o ministro de Ciência e Tecnologia Aloizio Mercadante, também estariam negociando garantias para que a linha de montagem de iPads fique pronta no território paulista e em pouco tempo.

Em Jundiaí, no interior de São Paulo, o projeto da Foxconn em benefício à Apple ganhou o otimismo de mais políticos e forte atenção da imprensa local. O Jornal de Jundiaí afirma que vagas para 40 engenheiros foram abertas pelos taiwaneses no município, facilitando o vazamento de informações sobre a tentativa de escolha da cidade para sediar a linha de produção de iPads. Segundo o rumor, os candidatos selecionados deverão passar três meses em treinamento na China, dificultando as chances de estarem envolvidos no projeto da Maçã antes de julho.

[dica do Renato Anholon]

Posts relacionados

Comentários