Market cap da Apple agora é maior que o da dupla Microsoft e Intel — somadas!

Wintel Inside!

Há uns 20 anos o mercado de computação pessoal é dominado pela dupla Wintel — Windows rodando em processadores Intel. Será que isso está prestes a mudar? Pode ser, mas podemos consultar o oráculo da Bolsa de Valores.

Desempenho da Microsoft e da Intel na Bolsa

Hmmm… Nos últimos dez anos os investidores não parecem ter ficado muito felizes com o desdobramento dos fatos, apesar de “PC” (computador pessoal) ter virado sinônimo de “máquinas com chip Intel e Windows”. Hoje, por exemplo, a Microsoft e a Chipzilla encerraram a semana com market caps de US$201,59 bilhões e US$115,21 bilhões, respectivamente. Nada mau, pra um casal quem tem reinado absoluto no mercado há anos e anos.

Ou não.

Desempenho da Apple na Bolsa

O desempenho acima, da Apple, mostra que algo aconteceu nesses mesmos dez anos. O engraçado é que as coisas iam bem enquanto os negócios da Maçã estavam centrados em computadores (depois da volta de Jobs, diga-se), mas tudo ficou ótimo quando o iPod entrou em cena… e fantasticamente perfeito quando o iPhone foi lançado.

Só que, em vez de fazer os computadores da Maçã perderem importância, esses sucessos paralelos os fizeram crescer mais ainda, tanto que a Intel pegou carona. Só que “The times, they are a-changin'” e já andam falando por aí que a fabricante de chips vai ter que apear.

A Apple vale hoje US$317,6 bilhões (mais que Microsoft e Intel somadas) e tudo indica que a subida vai continuar, movida a inovação e tecnologia de ponta cognitivamente acessível a todos. A cereja no topo é esta frase de Bill Gates em 1998, que o MacDailyNews destacou: “O que eu não consigo entender é por que [Steve Jobs] está tentando [ser CEO da Apple]. Ele sabe que não pode vencer.”

Esse é o tipo de coisa que o Ballmer diria. Bem, há formas e formas de vencer.

[gráficos: Google Finance]

Posts relacionados

Comentários