Taxa de “atrito” de apps para Android é duas vezes maior que os para iOS, diz AppsFire.com

200.000 apps disponíveis para Android

Recentemente comentamos aqui no site que a App Store teria superado a marca de 400 mil títulos disponíveis (até trouxemos gráficos comparativos com a iTunes Store e a iBookstore), mas na keynote de segunda-feira a Apple revelou o novo número oficial: já são mais de 425 mil.

E, como também já havíamos comentado, esses 25 mil a mais atualmente pouco fazem diferença para o usuário final. O mesmo já pode se aplicar ao Android Market, que recentemente superou a marca de 200 mil títulos disponíveis. Sim, a loja da Apple tem mais do dobro do tamanho da do Google, ainda hoje.

200.000 apps disponíveis para Android

Em vez de ficar simplesmente comparando o tamanho desses acervos, a AppsFire.com resolveu comparar a taxa de “atrito” de apps nas plataformas, a qual ela chamou de “APPtrition”. O estudo apurou que essa taxa é duas vezes maior no Android Market no que na App Store da Apple.

O que isso quer dizer? Que, de mais de 300 mil apps já publicados para o Android, 32% foram removidos (substituídos, descontinuados, esquecidos, etc.). Na App Store esse total já superou os 500 mil títulos, mas apenas 16% deles foram removidos.

Em outras palavras, aplicativos para Android têm uma menor longevidade do que os para iOS, provavelmente porque desenvolvedores estão tendo dificuldades não só em popularizá-los, mas também em gerar renda com eles. Outra possibilidade é que é mais simples/prático/barato publicar apps no Android Market, o que pode aumentar o número de apps que entram lá só como teste/experimentação, sem uma proposta realmente séria.

E vocês, o que acham? 😉

[via GigaOM]

Posts relacionados

Comentários

Deixe uma resposta