Depois da queda, o coice: ladrão troca iPad roubado em Apple Store e deixa vítima a ver navios

Pegando o iPad 2 preto

Esta história é de arrepiar e definitivamente pode ser um sinal de que fabricantes de produtos eletrônicos precisam fazer alguma coisa a respeito de aparelhos roubados. O dono de um iPad Wi-Fi+3G de 64GB (ou seja, o topo de linha) viu seu gadget ir parar nas mãos de um gatuno pouco tempo depois da compra. Ao dar entrada no número de série do aparelho (que pode ser recuperado usando o iTunes) usando a ferramenta de Serviços e Reparos da Apple, ele descobriu que a tablet havia sido trocada em uma das lojas da Maçã.

Eis que o rapaz foi até a Retail Store onde havia sido efetuada a troca e descobriu que o ladrão simplesmente chegou queixando-se de problemas de bateria e recebeu um aparelho novo, com um número de série diferente e irrastreável, enquanto o produto do roubo foi encaminhado para ser reciclado. O que podia ser feito? Nada, a não ser chamar a polícia para tentar localizar o bandido.

Pegando o iPad 2 preto

Acredito que isto não seja exatamente ciência de foguetes: é muito legal um consumidor poder chegar no Genius Bar, queixar-se de um produto e receber um substituto na hora, sem complicações, mas facilidade tem limite. Ninguém sabe quem apresentou o iPad roubado, não é feita nenhuma correlação entre a máquina recebida e a que foi oferecida como reposição, não há nem mesmo uma forma de denunciar o roubo de seu aparelho! Até uma loja de penhores conseguiria rastrear o gadget, enquanto uma rede de varejo premiada não pôde fazer absolutamente nada. :-/

Essa foi uma bela pisada na bola do pessoal da Retail Store. Por outro lado, também é importante que todos nós, usuários, façamos nossa parte: senha nos aparelhos que tiverem esse recurso, cadastro associando cada gadget com sua AppleID, Find My iPhone devidamente no lugar… O lance é não dar chance ao azar, pois a malandragem não está pra brincadeira.

[dica do Tullio Raposo, via iLounge]

Posts relacionados

Comentários