CTO da Kaspersky afirma que Apple precisa “abrir” o iOS em um ano, para continuar relevante

Departamento de segurança do Mac

Dica para quem produz software: se uma empresa que vive das vulnerabilidades alheias mandar você fazer uma coisa, faça exatamente o oposto. Diante disso, não me espantaria se a Apple desse um jeito de fechar o iOS mais do que um bivalve paranoico, agora que o CTO da Kaspersky, Nikolay Grebennikov, recomendou que a Maçã precisa “abrir” seu sistema operacional móvel para continuar competitiva, conforme conta o Computing News.

Departamento de segurança do Mac

“O Android, que está aumentando seu market share, é muito mais aberto que o iOS e é mais fácil de criar novos aplicativos para Android, inclusive software de segurança”, disse Grebennikov. Ele adiciona ainda que, por não ser uma especialista em segurança, a Apple está colocando seus consumidores em risco ao tentar cuidar dessa área ela mesma — o que é hilário, porque o único caso “grave” (e bota aspas nisso) de malware para o OS X nos últimos anos foi o de um falso antivírus que pedia pra ser instalado e podia ser removido quando arrastado para a Lixeira. E a chuva de malware que assola o iOS? Uau!

Quer saber? Não troco o “amadorismo” da Apple por nenhum “especialista”.

Mas perfeita foi a tirada do MacDailyNews nessa história. Para os caras de lá, podemos traduzir essa opinião de Grebennikov como “Queríamos que a Apple tornasse a plataforma dela insegura como a do Google, assim poderíamos vender ‘segurança’ para centenas de milhares de usuários do iOS.” Priceless!

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários