Apple lança Final Cut Pro X, Motion 5 e Compressor 4 na Mac App Store [atualizado 6x]

Final Cut Pro X num iMac

Conforme previsto na semana passada, a Apple anunciou hoje a disponibilidade imediata do Final Cut Pro X, após uma série de vazamentos de screenshots [1, 2] e de uma apresentação oficial preliminar feita em meados de abril.

Final Cut Pro X num iMac

A empresa caracteriza a nova versão como “revolucionária”, afirmando que o mais popular software profissional de edição de vídeos do mundo reinventa tal conceito com uma “Linha do Tempo Magnética” (Magnetic Timeline), que permite que você trabalhe num ambiente totalmente flexível e inteligente. Além disso, ele conta com um sistema de análise automática de conteúdos que categoriza clipes por tipo, mídias e pessoas, um novo sistema de renderização de trabalhos em plano de fundo, moderna arquitetura em 64 bits e muito mais.

“O Final Cut Pro X é o maior avanço em edição Pro de vídeos desde o primeiro Final Cut Pro”, afirmou Philip Schiller, vice-presidente sênior de marketing mundial de produtos da Apple. “Nós o mostramos para vários dos melhores editores de vídeo do mundo, e eles ficaram boquiabertos.”

Motion 5 num MacBook Pro Compressor 4 num MacBook Pro

O Final Cut Pro X inclui também ferramentas avançadas de edição de áudio e correção de cor, e está chegando hoje à Mac App Store, por US$300. Ele também vem acompanhado do Motion 5 (para motion graphics profissional) e do Compressor 4 (para codificação avançada de mídias), também disponíveis na MAS por US$50 cada.

Atualização (às 9h58)

As páginas dos novos produtos estão agora no ar, na Mac App Store.

Atualização II (às 10h02)

A Apple disponibilizou em seu site de downloads três pacotes relacionados:

  • Final Cut Pro X Content [637,5MB]: adiciona conteúdos como efeitos de som e pré-definições de efeitos de áudio no Final Cut Pro X.
  • Motion 5 Content [1,15GB]: adiciona conteúdos como diversas bibliotecas multimídia e mídias de exemplo no Motion 5.
  • ProApps QuickTime Codecs [1,2MB]: pacote com diversos codecs de vídeo atualizados para o Final Cut Pro X, Motion 5 e o Compressor 4, compatíveis com apps baseados em QuickTime.

Atualização III (às 10h42)

E o Final Cut Pro X já é o app mais lucrativo da App Store:

Top Grossing da Mac App Store - Final Cut Pro X

Evidentemente, não é muito difícil entender isso — já que ele custa US$300. Para cada venda do Final Cut Pro X, a Apple precisa vender pelo menos 16 Pages e/ou Keynote de maneira que eles fiquem acima do editor de vídeo, no ranking Top Grossing. Daqui a alguns dias, as coisas devem voltar a se estabilizar por lá. 😉

Atualização IV (às 14h31)

A Apple publicou alguns documentos importantes relacionados com a nova suíte:

Aos interessados, vale a pena dar uma olhada apurada.

Atualização V (às 14h46)

O Matt’s Macintosh publicou um vídeo muito bacana de hands-on do novo Final Cut Pro, com pouco mais de 10 minutos de duração. Vale a pena conferir algumas das várias novidades:

Atualização VI (às 14h50)

Com a chegada do Final Cut Pro X, o AppleInsider afirma que as antigas edições Express e Server do FCP foram descontinuadas pela Apple. Pra falar a verdade, a suíte Final Cut Studio como um todo foi extinta.

O Engadget não só confirmou isso, como reiterou que não haverá uma versão em caixa do novo produto, nem preços especiais de upgrade. Uma única compra na Mac App Store dá ao usuário o direito de instalar os apps em todos os Macs que possui em casa. Já usuários corporativos deverão comprar uma licença por máquina.

Posts relacionados

Comentários