IBM anuncia desenvolvimento de memórias PCM, 100x mais rápidas que memórias flash

Memória PCM - IBM

Pronto para uma mudança de paradigma? A IBM acaba de anunciar o desenvolvimento de memórias de mudança de fase (PCM, ou “phase-change memory”), que podem ser lidas 100 vezes mais rápido que memórias flash e permanecem confiáveis por milhões de ciclos de escrita, em vez de milhares como no SSD de um iPad.

Memória PCM - IBM

O segredo por trás das memórias PCM está na forma como armazenam informações: elas usam uma liga especial que pode ser induzida a estados físicos (fases) diferentes com a passagem de corrente elétrica. Havia duas limitações para seu uso, porém: propensão a erros com o tempo e a possibilidade de armazenar apenas um bit por célula. Agora que ambos os problemas foram corrigidos graças ao trabalho da IBM na área, a tecnologia está pronta para encontrar aplicações em cenários reais.

Tal conquista representa um enorme avanço em termos de performance e deverá ocasionar uma mudança de paradigma em termos de armazenamento em empresas e servidores, podendo posteriormente chegar a produtos direcionados para consumidores. Se você acha que um MacBook Air com SSD é rápido na hora de inicializar, espere até ver uma máquina com PCM indo de desligada a pronta para uso quase que instantaneamente.

Claro, quando tivermos um MacBook com disco de boot PCM, já estaremos desejando as memórias “racetrack”, 1.000 vezes mais rápidas — e isso em cerca de dez anos. Nossos filhos vão ficar pasmos, quando souberem que um dia chegamos a esperar mais de um minuto para um computador ligar. 😛

[via Engadget]

Posts relacionados

Comentários