Deutsche Bank: investimento em conteúdo amplifica a fidelidade dos usuários do iOS

Investimento médio estimado em conteúdo por iGadget - Deutsche Bank

Em um dos posts de Horace Dediu no asymco, vi uma comparação interessante: plataformas são como desodorantes, muitas pessoas escolhem uma marca e ficam com ela a vida inteira, pois “se funciona, pra que mudar?” Tal comodismo é um fator para explicar a fidelidade dos usuários, mas Chris Whitmore, do Deutsche Bank, estima que haja um outro fator pesando para os donos de iGadgets: o bolso.

Investimento médio estimado em conteúdo por iGadget - Deutsche Bank

Pelos cálculos do analista, o usuário médio de gadgets com iOS tem cerca de US$100 investidos em conteúdo para os aparelhos, seja de apps ou outros conteúdos da iTunes Store. Isso significa que qualquer mudança de plataforma pode significar um custo adicional implícito, sem falar no trabalho e no tempo investido para adaptação. Seria preciso um problema muito sério ou um concorrente muito irresistível para vencer isso, e a tendência é ficar mais difícil com o passar do tempo e conforme o investimento médio crescer.

Esse nível de “aderência” que o iOS demonstra deverá aumentar ainda mais, na opinião de Whitmore, com a chegada do iCloud ainda este ano. O desenvolvimento de aplicativos também deverá se acelerar com a chegada de novo hardware tanto para o iPhone quanto para o iPod touch, por volta de setembro — isso sem falar na possibilidade de um smartphone de baixo custo ser apresentado no mesmo período.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários