Desenvolvedores europeus começam a abandonar a App Store dos EUA temendo patent trolls

Martelo de juiz

Já dizia o sábio: “Sh*t just got real!” Conforme conta o The Guardian, uma série de desenvolvedores está começando um êxodo da App Store dos Estados Unidos, simplesmente por temerem se tornar alvos de patent trolls locais — empresas que existem única e exclusivamente para arrancar o máximo de dinheiro possível de processos por infração de patentes genéricas e nunca de fato aplicadas em produtos de verdade.

[blackbirdpie id=”91230955863408640″]

O tweet acima, publicado por Simon Maddox, desenvolvedor do Reino Unido, ilustra o clima entre muitos criadores de apps que temem ver todo o lucro obtido com as vendas sumir em um processo ou então acabarem sendo parasitados por licenças pelo direito de usar patentes obscuras. Para piorar, nem Apple, nem Microsoft, nem Google garantem qualquer tipo de segurança para os desenvolvedores que decidem vender produtos em suas respectivas lojas de software.

O mercado de repente ficou bastante insalubre. Para pegar um exemplo recente (além do caso da Lodsys, mencionado acima), basta desenvolver um cliente de Twitter para ser um alvo potencial da indiana Kootol Software — como ocorreu com Craig Hockenberry, do Twitterrific.

[blackbirdpie id=”91905256870510593″]

Houve um tempo em que era possível ter sucesso seguindo a fórmula “tenha uma boa ideia, crie um bom app e LUCRE!”, mas isso agora exige dois novos passos: “tenha uma boa ideia, faça uma ampla pesquisa para ver se tal ideia já foi registrada, crie um bom app, LUCRE e reze para depois não aparecer um patent troll com um invento minimamente relacionado”.

Depois ainda dizem que “patentes protegem a inovação”; nos EUA, parece ser o contrário…

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários