iSuppli: Apple continua a maior consumidora de NAND flash do mundo, mas iCloud poderá mudar isso

Previsão no consumo de NAND flash - iSuppli

Em um relatório recente, a IHS iSuppli avaliou o cenário atual de consumo de memória NAND flash no mundo, destacando a Apple como empresa que mais utiliza esse tipo de componente em seu produto. Cerca de 28,3% de toda a produção mundial (ou 18,5 bilhões de gigabytes) desses chips são destinados a produtos da Maçã, mas essa participação poderá cair no futuro, conforme o resto da indústria acelerar sua adoção e a Apple migrar para a nuvem.

Previsão no consumo de NAND flash - iSuppli

A previsão da iSuppli é que o iCloud acabe sendo responsável por uma redução na necessidade de memória para armazenamento local em iGadgets. Como estes são os principais produtos a consumir NAND flash, qualquer alteração neles pode resultar em um impacto severo na indústria. Serviços similares, como o Music Unlimited da Sony, o Cloud Drive da Amazon.com e o Music Beta do Google poderão exacerbar essa tendência.

Por outro lado, também é possível que nada mude no mercado: apesar de oferecer armazenamento para músicas na nuvem, o iCloud não oferece a opção de streaming, o que pode acabar não afetando o consumo de memória. Além do mais, os consumidores podem se sentir mais dispostos a pagar uma taxa única por mais armazenamento local do que uma assinatura de US$25/ano pelo iTunes Match.

Em suma, o iCloud e outros serviços de cloud computing podem ocasionar uma redução no consumo de NAND flash… ou não. Ser especialista da indústria parece moleza, assim. 😛

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários