Depois do escarcéu do MacDefender, a quantas anda a segurança do Mac OS X?

Definições de malware no XProtect

O surgimento do MacDefender foi, para muita gente, um sinal de que finalmente os computadores da Apple passariam a ser tão afligidos por malware quanto PCs com Windows. Contudo, o falso antivírus veio, sumiu e caiu no esquecimento. E aí, estamos seguros? Já podemos sair de nossas cavernas?

Para avaliar o estado atual das coisas em termos de segurança e Macs, Richard Gaywood, do TUAW, fez um pequeno experimento com as definições de malware presentes no XProtect, sistema de segurança nativo que a Apple lançou com o Snow Leopard: quanto mais definições houver nele, sinal de que mais malware foi detectado em Cupertino e mais devemos nos preocupar.

Bem, veja o resultado:

Definições de malware no XProtect

Das duas, uma: ou a Apple parou mesmo de atualizar as definições do XProtect, ou então pararam de surgir novos malwares para OS X. Diante da completa ausência de manchetes prevendo o apocalipse das plataformas da Maçã, eu diria que a modinha de fazer apps maliciosos passou. Somando a isso os novos recursos de segurança presentes no Lion (além do XProtect, que continua firme e forte), acho que podemos dizer que não há motivo para pânico. Isso não é razão, porém, para sair fazendo tudo o que popups suspeitas mandam — lembre que o ponto mais atacado em qualquer sistema operacional fica sempre entre a cadeira e o teclado.

“Instale já o plugin do Flash para ver este vídeo! Seu computador tem um vírus: clique aqui para eliminá-lo! Digite aqui sua senha aqui para acessar o Facebook! Veja quem te bloqueou no Messenger! Instale este aplicativo para ficar com os dentes mais brancos!” A-ham, Cláudia… :-/

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários