Para o CEO da Electronic Arts, consoles são hoje menos da metade da indústria de games

John Riccitiello - CEO da Electronic Arts

Você, geek, pode achar que não, mas pare de olhar pros seus equipamentos com poderes cósmicos fenomenais e olhe pra sua mãe (ou pai): as pessoas comuns estão criando abuso de desktops. Pior, nem os notebooks estão se mostrando lá muito promissores para quem é menos desenrolado com tecnologia! É dureza explicar para um n00b que o movimento no trackpad (“Tréqui-o-quê?”) faz o cursor se mover; muito mais fácil é olhar o botão na tela e tacar o dedo. Por isso, eu digo: o PC morreu (não pra você, nem pra mim, mas pras pessoas normais, ele já era).

John Riccitiello - CEO da Electronic ArtsPelo visto, o mesmo pode ser dito dos consoles de videogame: John Riccitiello, CEO da Electronic Arts, disse em entrevista à IndustryGamers que os tradicionais desktops dedicados a games representam hoje apenas 40% do mercado de jogos.

Queixando-se dos ciclos de renovação dos videogames, Riccitiello reclamou um pouco da mesmice de ver, a cada cinco anos, novas plataformas virtualmente com os mesmos recursos sendo lançadas pelas mesmas empresas de sempre. “Você colhia [essa safra] e voltava ao início. Mas essa não é uma forma lá muito inteligente de tocar uma indústria… volumes de investimento em tecnologia seguidos por colheitas. Sejamos realistas. Consoles eram 80% da indústria em 2000. Hoje eles representam 40%, então o que temos aqui?”

O executivo elogiou o iPad, descrevendo-o como a plataforma com maior crescimento nos últimos 18 meses, e a estratégia da Nintendo de tentar incorporar um pouco das tablets em seu novo console, o Wii U, cujo controle tem forma de tablet.

Contudo, ele também declarou que simples melhorias de performance do hardware não serão o bastante para salvar a indústria: depois de certo ponto, deixa de fazer diferença e é muito mais importante inovar em outros setores, como integração social e entre plataformas. O lance é parar de olhar para onde a bola está agora e começar a prestar mais atenção na direção para onde ela está indo.

[via Touch Arcade]

Posts relacionados

Comentários