Analistas: iPad poderá dominar segmento de tablets por muitos anos e ajudar a Apple como um todo no mercado de PCs

iPad em gráfico de vendas de PCs

Dez anos. Esse é o período total que o analista Charlie Wolf, da Needham, espera que a Apple domine no segmento de tablets — isto é, o iPad continuaria como o Nº1 pelo menos até 2020, perdendo apenas 20% da sua fatia geral daqui pra lá.

Mesmo com a entrada de diversas fabricantes concorrentes no mercado, Wolf observa que nenhuma até hoje teve um apelo nem de longe similar ao do iPad — nenhuma específica ganhou tração, de fato, entre consumidores. Em 2020, o analista prevê que a Apple comercializará 140 milhões de unidades do produto, ou 60% do total.

Os prospectos são muito bons para a Maçã, visto que aos poucos analistas e firmas de pesquisa estão se convencendo a incluir tablets em suas previsões sobre o mercado de PCs como um todo. Veja o último gráfico publicado por Chris Whitmore, do Deutsche Bank:

iPad em gráfico de vendas de PCs

Sim, há dois Q2 2011 no gráfico — o segundo adiciona o iPad nos números e leva a Apple do sexto para o primeiríssimo lugar entre as fabricantes de computadores, com folga.

Whitmore comenta que a Maçã não poderia estar numa melhor posição para os próximos anos, visto que o mercado de PCs deverá permanecer “relativamente estagnado”, crescendo apenas 4% até o final deste ano. Mesmo sem o iPad, os recém-lançados MacBooks Air e o OS X Lion contribuirão, segundo ele, para a Apple se destacar bastante no segmento perante concorrentes como HP e Dell.

[via AllThingsD, Apple 2.0]

Posts relacionados

Comentários