Caso encerrado: nenhum membro do Gizmodo será acusado sobre iPhone 4 “achado” num bar

Caso do Gizmodo encerrado

Conforme prevíamos em meados de março, a investigação sobre o caso do protótipo de iPhone 4 “achado” num bar chegou mesmo ao fim, e com boas notícias para o pessoal do Gizmodo — site que faz parte da rede da Gawker Media.

Publicidade

Caso do Gizmodo encerrado

Steven Wagstaffe, advogado do distrito do Condado de San Mateo, analisou todas as evidências e não considera que o Gizmodo tenha cometido crime algum ao publicar informações sobre o protótipo de iPhone 4. Desta forma, nenhum de seus membros será acusado de nada — nem mesmo Jason Chen, editor do blog que chegou inclusive a ter seus computadores confiscados na época.

Dois homens responsáveis pelo roubo do iPhone, porém, serão indiciados por apropriação indevida de propriedade perdida e por possessão de propriedade roubada. Brian Hogan é o principal responsável por achar o aparelho e o vender para o Gizmodo por US$5.000.

É evidente que, depois de quase um ano e meio de tensão, a Gawker está agora cheia de motivos para comemorar. A essa altura do campeonato a Apple também já deve considerar o caso passado e ter aprendido muito com ele — Gray Powell que o diga! —, mas imagino que esse desfecho não seja o que ela tinha imaginado originalmente.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…