O iPad é tão mágico que até um macaco consegue se divertir com ele — não, sério, literalmente

Orangotango usando um iPad - Apps for Apes

Tudo começou com uma brincadeira de 1º de abril, quando o The Sun publicou uma “reportagem” mostrando gorilas felizes com um iPad. Isso era só uma piadinha, mas Scott Engel, do Zoológico de Milwaukee, olhou a reportagem com um pouco mais de seriedade e se perguntou “Por que não?” Afinal de contas, não é como se o iPad precisasse de uma stylus!

Engel resolveu expor alguns orangotangos à tablet da Apple e o resultado foi o projeto Apps for Apes, uma forma de estimular esses animais mentalmente e desafiá-los cognitivamente para que não fiquem entediados ou deprimidos em cativeiro.

Orangotango usando um iPad - Apps for Apes

“Como assim, ‘não roda Flash’? Como você espera que eu use um computador sem Flash?!”

Tendo contato com o gadget através de um vidro ou pelas frestas de uma jaula, os primatas ficaram fascinados com o gadget, a câmera frontal os encantou e os vídeos e apps de pintura os distraíam por minutos a fio. O maior problema a superar é a fragilidade do iPad — não que ele seja pouco resistente, mas a força desses macacos é descomunal, eles poderiam rasgar o aparelho no meio como um homem rasga papelão. Se ao menos uma G-Form tivesse espaço pra tela…

Até agora, alguns os apps favoritos dos orangotangos são os de desenho, os vídeos (deles mesmos, de animais selvagens ou de outros moradores do zoológico), as narrações de David Attenborough (eles vão ficar loucos, se pegarem o Biophilia!) e o livro interativo The Fantastic Flying Books of Morris Lessmore. Isso me faz pensar que esses macacos são mais cultos que boa parte dos seres humanos… 😛

Assim que conseguirem uma case que consiga tornar o iPad resistente o bastante para ser manuseado pelos orangotangos, o projeto de deixar os animais terem um contato mais íntimo com a tablet poderá ser usado para melhorar a qualidade de vida deles durante o inverno, quando costumam ficar entediados pelas longas horas sem poder sair no frio. Só é bom tomar cuidado com o que vão colocar nesses iPads: se continuarem sendo apps tão construtivos, a humanidade pode acabar se ferrando. Sabe como é, a arte imita a vida.

Just sayin’…

[via Kotaku]

Posts relacionados

Comentários