BOOM: analista espera que a Apple venda quase 22 milhões de iPads no final de 2011

iPad e MacBook Air

Jason Schwartz, do Seeking Alpha, não só acredita que estamos vivendo num mundo pós-PC, como apresentou uma evidência de que os notebooks estão com os dias contados e aproveitou para prever vendas astronômicas de iPads no final do ano. A evidência vem do testemunho do pai de Schwartz:

iPad e MacBook Air

Eu costumava levar meu laptop para todo lugar, pois era isso o que eu deveria fazer. Mas, depois de um ano com o iPad, percebi que a única hora em que meu MacBook Air saía da maleta era quando eu tinha que tirá-lo no posto de segurança do aeroporto. Eu me senti culpado por abandonar aquela máquina incrível, mas ela não pode competir com o iPad. Chegou ao ponto de eu não levar meu Air para viagens de negócios em meses. Ele está lá no canto do meu escritório, inútil há meses. Agora vivemos num mundo de desktop/iPad. A era do laptop acabou.

Antes de começarem os “Mas… mas… mas… eu ainda uso laptop! Laptops nunca vão morrer!”, que fique claro que essa é uma opinião pessoal de um único indivíduo. O “problema”, digamos assim, é que está cada vez mais fácil se identificar com ela: notebooks fazem mais, mas também custam mais, pesam mais e têm menos autonomia de bateria. Lembre que o inimigo mortal do “melhor” é o “bom o bastante”, e é exatamente nesta categoria que uma tablet se encaixa — a produtividade que ela oferece é “boa o bastante” para o ônus de levá-la aonde for.

Tudo bem, se você é uma pessoa que só ouve áudio lossless em um iPod classic que só consegue carregar umas 500 músicas, mas o resto do mundo seguiu a luz.

Mas, voltando à previsão do Schwartz-filho, usando como base o crescimento experimentado pelo iPhone entre o segundo e o quarto trimestre de 2010 e o crescimento anual já experimentado pelo próprio iPad, chegamos à estimativa de 21,9 milhões de unidades sendo vendidas durante o período de festas de fim de ano. Levando em conta que tablets com Android ainda não colaram e que até a HP desistiu do mercado, é provável que a Maçã tenha o mercado de tablets mais uma vez todo para si. De novo.

Em outras palavras, neste ano provavelmente a galeria de vídeos de pessoas ganhando iPads no Natal vai crescer um pouquinho. Isso, claro, se a Apple conseguir fabricar tantas tablets assim…

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários