Apple estaria desenvolvendo nova tecnologia para entrega de vídeo; devaneio sobre o mercado de TVs

Apple TV na mão

Hoje podemos dizer que a Apple possui produtos matadores para quase todos os pilares em que a empresa atua. Sabemos que o Mac é ótimo, que o iPod é maravilhoso, que o iPhone é incrível e que o iPad é sensacional. Mas existe um produto que, apesar do destaque na loja online da Maçã, ainda não engrenou como deveria:

Linha de produtos da Apple

Trata-se do “hobby” da empresa, o Apple TV. Apesar de ter vendido razoavelmente bem e de ser acompanhado por tecnologias muito interessantes como o AirPlay (no iOS 5 teremos o AirPlay Mirroring, que permitirá coisas incríveis), o produto ainda não pode ser considerado um sucesso. Alguns analistas acham que o boom seria alcançado se a Apple reinventasse o atual gadget, transformando-o literalmente em uma televisão: 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7.

HDTV da Apple (iTV, Apple TV)

Na minha opinião, essa não seria a melhor forma de a empresa dar aquela sacudida no Apple TV por diversas razões: produto caro, grande, pesado, com ciclo de vida longo… tudo bem diferente do que a Maçã prega nos dias de hoje. Posso queimar minha língua, mas acho que o caminho não é esse.

Contudo, com a renúncia de Steve Jobs ao cargo de CEO da Apple, Tim Cook possui um grande desafio pela frente. E não seria ótimo se, em apenas alguns meses como CEO, ele “revolucionasse” o único mercado em que a Apple atua, mas ainda não “bombou”?

De acordo com o The Wall Street Journal, a Maçã estaria desenvolvendo um nova tecnologia de entrega de conteúdo em vídeo para televisores, porém não se sabe ainda exatamente como ela seria. O que sabemos é que o mercado de vídeo online é um dos poucos que ainda está aberto e, apesar da concorrência de Netflixes e Vudus da vida, esse é um setor em que a Apple poderia entrar chutando a porta — lembra os rumores da volta do iTunes Replay?

Outro ponto interessante: no review que escrevi sobre o Apple TV de segunda geração, disse que uma App Store exclusiva para ele poderia ser a funcionalidade matadora, que tanto falta para torná-lo um sucesso. Steve Jobs já disse que a loja chegará quando for a hora certa. Quem sabe a hora não seja agora, né, Tim Cook?

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários