Há razões para a Apple entrar no mercado de televisores?

HDTV da Apple (iTV, Apple TV)

Patrick Moorhead escreveu para o Tech.pinions uma lista de motivos que justificariam a entrada da Apple no mercado de televisores. Não é nada de rumores ou de informações, apenas desejos pessoais — e, honestamente, quando você tem dinheiro demais esquentando no seu bolso, os desejos começam a ficar mais fortes que a razão.

HDTV da Apple (iTV, Apple TV)

Resumidamente, Moorhead aponta que a situação das TVs e da programação que elas proveem é uma droga — e eu devo concordar plenamente. Ele destaca ainda que a Apple tem um histórico de pegar casas de palha pegando fogo e não apenas apagar o incêndio, como também construir um spa de luxo sobre as ruínas — igualmente acertado, basta olhar pros mercados de tocadores de música, downloads de músicas, smartphones e tablets: todos foram reavivados pela Apple, seja porque ela passou a controlá-los ou porque ela inadvertidamente oxigenou os concorrentes com ideias.

Ok, podemos concordar que televisões são um porre, provedores de TV a cabo são piores ainda e que um toque de Apple seria muitíssimo bem-vindo na sala de estar, de preferência com integração transparente e perfeita entre a telona e as telinhas (leia-se “iPhones, iPods e iPads”). Só que… será que o Apple TV não já fez tudo isso? Compre uma televisão da sua marca favorita, conecte o set-top box da Maçã e esqueça do resto do universo. Pronto, resolvido: você tem uma televisão da Apple.

“Mas aí eu não vou poder ver programa X, não vai ter acesso a TV aberta, eu vou ter que comprar tudo da iTunes Store, não vai ter como jogar com meu Xbox/PlayStation, eu não gosto dos joguinhos da App Store, não vai ter pornografia, não vai ter futebol, não vai programação brasileira, não vai ter cobertura do Carnaval, não vai ter BBB!…” Êpa, estamos falando de uma TV da Apple, o que você esperava?

Caso você não esteja disposto a viver dessa forma com um aparelhinho de US$100, talvez seja o caso de repensar sua disposição a conviver com as mesmas limitações em um trambolho de US$2.000. Sinceramente, não vejo como a Apple poderia fazer com uma TV alguma coisa que não já seja viável com o Apple TV ou alguma derivação dele. 😛

[via The Loop]

Posts relacionados

Comentários