Jean-Louis Gassée pondera prós e contras de uma TV da Apple

Primeiro comprador da iTV

Ok, e lá vamos nós de novo, com mais um post sobre uma TV da Apple… Mais uma vez, não é um rumor, não é uma informação de alguém com conhecimento privilegiado, é apenas uma opinião, mas é a opinião de Jean-Louis Gassée, então não pode passar batida. Vamos lá: quais os maiores empecilhos para um televisor da Maçã chegar às lojas?

Publicidade

Primeiro comprador da iTV

Dificuldade de oferecer assistência técnica, dificuldade de integração com provedores de TV a cabo e um padrão de renovação de hardware completamente diferente (e infinitamente mais demorado) que o de computadores e celulares. Até aí, nenhuma novidade, mas Gassée acredita que há como solucionar tudo isso!

Um aparelho de TV integrado da Apple não se beneficiaria de componentes eletrônicos tão naturalmente quanto um iPhone… a não ser, é claro, que o minúsculo computador com iOS seja implementado como um módulo facilmente acessível. Isso também resolveria — ou pelo menos reduziria — o problema de prestar assistência em campo: traga o módulo para a loja, faremos o diagnóstico e o trocaremos se for preciso… ou vamos vender o modelo deste ano.

Em um aparelho poderemos ter algo assim: um CableCard dentro de um Apple TV 3.0, o qual estaria dentro da própria televisão.

Sério?! O cara “resolve” o problema simplesmente dizendo que a solução é um aparelho pequeno, que possa ser facilmente destacado da TV e barato o bastante para trocar todo ano sem sentir dó?! Sério?! SÉRIO MESMO?! Se uma tela burra Designed in Cupertino é algo tão maravilhoso, por que o Cinema/Thunderbolt Display não é o monitor mais vendido do mundo hoje?

Publicidade

Vamos cair na real: o Apple TV já incorpora todas essas “soluções” — ele apenas não se conecta a operadoras de TV a cabo. Achar que uma televisão com um set-top box dentro é a grande solução para o mercado de TVs é o mesmo que dizer que um teclado físico maior seria a solução para o mercado de celulares. Integração com operadoras de TV a cabo dos Estados Unidos? E o resto do mundo? E os padrões de TV digital, que são diferentes em cada canto? Será que teríamos uma iTV pros EUA, outra pro Japão/Brasil, e por aí vai, ou seria algo com um conversor digital universal?

A melhor TV que a Apple pode fazer é aquela que me faça nunca mais ter que assistir TV — sinceramente, basta zapear os canais para saber do que estou falando. O problema não está no hardware, mas no conteúdo: usando palavras de Steve Jobs, esse é um vetor que ainda não está se propagando no tempo. Quando pudermos encher nossos dias com programação de qualidade à la carte sem ter que pagar por 50 canais imprestáveis para cada 1 desejado, é bem capaz de aparecer essa bendita iTV. Antes disso, acho difícil.

E mais: por que essa obsessão com uma TV da Apple? Vou morrer sem entender!

[via MacStories]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…